Polícia
FRONTEIRA

Polícia prende três pessoas ligadas a atentado contra prefeito de Pedro Juan Caballero

Foram apreendidas munições de metralhadoras que teriam sido usadas no crime

Ana Clara Santos

19/05/2022 14:52

Na manhã desta quinta-feira (19), a Polícia Nacional do Paraguai cumpriu mandados de busca e apreensão no âmbito das investigações sobre o atentado contra José Carlos Acevedo, prefeito de Pedro Juan Caballero, cidade na fronteira de Mato Grosso do Sul. 

De acordo com o jornal paraguaio Diario Hoy, a polícia realizou buscas na casa de Vilma Macchi, que foi detida. Ela é mãe de Gregorio Papo Morales, famoso criminoso do país, condenado por homicídio. No momento em que a polícia chegou ao local, os guarda-costas de Vilma estavam com a arma que teria sido usada no crime contra o prefeito. 

A polícia ainda prendeu Mirta López, que seria a dona da arma usada no crime. Ainda será investigado como a arma chegou na mão dos criminosos, uma vez que o objeto foi apreendido pelo Ministério Público após a morte de Rolando Javier Lazcano, conhecido como “Gordo”, seu proprietário original, assassinado em 2017.