Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COVID-19

“Teria perdido um irmão”, diz Fábio Trad caso Nelsinho tivesse comorbidade

Deputado federal ressaltou que covonavírus não é 'gripezinha ou resfriadinho' e defende isolamento social
30/03/2020 15:33 - Yarima Mecchi


O deputado federal Fábio Trad (PSD), irmão do senador Nelson Trad (PSD), conversou com o Correio do Estado sobre a importância de manter o isolamento social para diminuir a transmissão do novo coronavírus (Covid-19). O parlamentar ressaltou que a doença não é apenas uma “gripezinha ou resfriadinho”, conforme vem dizendo o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em pronunciamentos.  

“Se o Nelson tivesse diabetes, fosse obeso, cardiopata, se tivesse algum problema imunológico eu teria perdido um irmão. Eu sempre falo o que aconteceu com o Nelson porque é um testemunho presencial. Eu vi, eu acompanhei, não é gripezinha e resfriadinho. Se tiver muita gente doente não vai ter leito, não temos anticorpos. Nelson teve 10% dos pulmões comprometidos e não é do grupo de risco", ressaltou o deputado.

O senador Nelson Trad estava na comitiva que viajou aos Estados Unidos da América (EUA) com o presidente Jair Bolsonaro e retornou no dia 10 deste mês. Após uma semana isolado em casa, o parlamentar precisou ser internado no Hospital Sírio-Libanês, em Brasília, e ficou quatro dias na unidade.  

“Eu já obedeceria ao isolamento social apenas pela recomendação da Organização Mundial da Saúde, mas o que aconteceu com o Nelson é um exemplo muito impactante para que as pessoas façam as recomendações e é dever meu como parlamentar alertar”, disse Fábio Trad.  

Nelson está em sua residência em Brasília, ainda se recuperando do Covid-19 após 20 dias do seu retorno dos EUA, e deve vir para Mato Grosso do Sul esta semana.

 
 

Felpuda


Pré-candidatos que em outras eras cumpriram mandato e hoje sonham em voltar a ter uma cadeira para chamar de sua estão se esmerando em apresentar suas folhas de trabalho. O esforço é grande para mostrar os serviços prestados, mas estão se esquecendo que a cidade cresceu, os problemas aumentaram e aquilo que já foi tido como grande benefício hoje não passa da mais simples obrigação diante do progresso e das novas exigências legais. Assim sendo...