Clique aqui e veja as últimas notícias!

DESAFIOS

Alan Guedes aposta em austeridade para regularizar finanças em Dourados

Após gestão Razuk, novo prefeito de Dourados assume com a tarefa de colocar as contas da cidade em dia
18/01/2021 10:00 - Flávio Veras


O prefeito recém-empossado de Dourados, Alan Guedes (PP), anunciou diversas medidas de austeridade para fortalecer os cofres públicos municipais.

A situação financeira do município é grave, pois o salário de dezembro dos servidores não foi pago pela antiga administração, mas Guedes afirmou que já no início desta semana 85% dos servidores terão seus rendimentos depositados.

Segundo Guedes, com a decisão, a prefeitura vai pagar o salário integral de 6.730 servidores que ganham até R$ 4,5 mil líquidos. Para quitar a dívida, o Executivo vai usar R$ 15,098 milhões de receita gerada no exercício deste ano.

Ao Correio do Estado, Guedes disse que o objetivo principal nesse primeiro momento é a recuperação fiscal do município, bem como o combate à pandemia da Covid-19.

Últimas notícias

Entre as medidas anunciadas para fortalecer o caixa do Executivo municipal, está a exoneração, já realizada, de 419 servidores que ocupavam cargos comissionados.

“Nós assumimos em 1º de janeiro com uma situação financeira um pouco complicada, com passivos na Secretaria de Saúde, tanto na Secretaria quanto na fundação de administração de serviços da área, e com um terço da folha do mês de dezembro atrasada”, disse Guedes.

“Para revertermos essa situação, lançamos um plano com medidas iniciais que contemplam, entre outras coisas, a diminuição no valor dos contratos de 25% e a suspensão de 90 dias daqueles que não são essenciais. Por fim, reduziremos em 30% o salário de cargos em comissão", afirmou o prefeito.

"Com isso, esperamos contribuir com uma readequação financeira para que o planejamento para 2021 não fique ainda mais comprometido, pois assumimos o compromisso de quitar a folha atrasada de dezembro”.