Clique aqui e veja as últimas notícias!

ASSEMBLEIA

Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul confirma alguns integrantes dos blocos G10 e G9

Por enquanto, G10 é formado por Evander Vendramini (PP) e Gerson Claro (PP) e G9 por Eduardo Rocha(MDB), Barbosinha (DEM) e Rinaldo (PSDB)
18/02/2021 13:51 - Naiara Camargo


Na sessão Ordinária desta quinta-feira (18), as comissões da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (Alems) ainda não foram totalmente formadas, mas líderes dos blocos anunciaram os seus representantes.

Pelo G-10 farão parte da comissão mais importante do Poder Legislativo, os deputados Evander Vendramini (PP) e Gerson Claro (PP). O G-9 apresentou os nomes de Barbosinha e Eduardo Rocha (MDB). E pelo bloco do PSDB, o representante escolhido foi o deputado Rinaldo Modesto.

Últimas notícias

Também nesta sessão, deputados estaduais aprovaram, em segunda discussão e por unanimidade, a doação de imóvel especificado para o município de Brasilândia.

De acordo com a ALMS, “a doação será feita para regularização dominial dos terrenos que são utilizados há mais de 30 anos, onde atualmente está sediado o Paço Público Municipal”. 

O objetivo é investir na melhoria do imóvel, que deve ser agilizada em dois anos, a contar do dia em que o projeto se tornar lei.

Outras pautas debatidas

O deputado estadual Barbosinha (DEM), reforça a necessidade e a urgência de promulgar o “fura-fila” da vacina, como um crime. “Deve estabelecer multa àqueles que se imunizarem indevidamente, ou àqueles que auxiliarem isso acontecer”, disse.

Deputado Marçal Filho (PSDB) concorda com Barbosinha e ainda ressalta a situação problemática vivida em Dourados, devido aos “fura-filas”. 

“É triste ver pessoas que não estão no grupo de risco, que não são idosos, serem vacinados, enquanto isso, muitos idosos ainda não foram vacinados”, afirma. 

Ele ainda relata que em Dourados, idosos acima de 90 anos começaram a ser vacinados hoje, sendo que há 10 dias a prefeitura da cidade anunciou que pessoas de 85 anos seriam imunizadas. 

Deputado Eduardo Rocha (MDB), Paulo Corrêa (PSDB), Coronel David (sem partido) e Rinaldo (PSDB) se mostraram favoráveis a ideia de Barbosinha, a respeito de tornar crime quem fura a fila da vacina.

O Deputado Cabo Almi (PT) pede para que sepultadores e funcionários de cemitérios sejam incluídos nos grupos prioritários de imunização. 

Tal pedido é enviado à Geraldo Resende, secretário de Estado de Saúde e também aos secretários municipais de saúde. 

Além disso, pede operações de tapa-buraco na MS-040, entre Campo Grande e o distrito de Três Barras e também entre Anhanduí e Nova Alvorada. 

“Toda vez que chove, abrem crateras enormes neste trecho, necessitando assim reparos da secretaria de infraestrutura do governo do estado”, narra. 

Herculano Borges (Solidariedade) ressalta que buracos sejam reparados na avenida Marquês de Pombal. 

Deputado Rinaldo reivindica por um redutor de velocidade na BR 376 com a BR 146, que liga Vicentina à Culturama. Moradores reclamam que na região já houve acidentes com vítimas fatais. 

A deputada Mara Caseiro (PSDB) relata problemas de quedas de energia no município de Itaquiraí, nos assentamentos Santa Rosa, Santo Antônio e Boa Sorte. Ela pede para que a Energisa faça manutenção nesses locais. 

A deputada também realiza uma moção de apoio à Prefeitura Municipal de Corumbá, Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, à Fundação de Cultura e Patrimônio Histórico de Corumbá e ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (IPHAN), para que haja o registro do Banho de São João como Patrimônio Histórico e Cultural do Brasil.

O Deputado Pedro Kemp (PT) repudia o ato antidemocrático do Deputado Federal Daniel Silveira (PSL) e comemora sua prisão. 

“Um integrante da Câmara dos deputados que foi eleito democraticamente, dentro das regras do jogo democrático, não pode se manisfestar contra a democracia”, alega. 

“Para mim, lugar de militar é no quartel, cuidando da segurança do estado brasileiro e defendendo instituições”, complementa. 

Cabo Almi (PT) concorda com Pedro Kemp, porém opina que a prisão de Daniel Silveira foi irregular. 

Coronel David rebate Kemp, dizendo que pode haver os maiores absurdos, mas que a liberdade de expressão é plena. 

Evander Vendramini (PP) encaminha pedido ao Governo Federal para que contrate novos médicos peritos ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), de modo a agilizar os processos.

Ele alega que muitos trabalhadores enfrentam transtornos ao tentar receber o auxílio.

Assine o Correio do Estado