Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÕES 2020

Apoio a Marcos Trad ou candidatura própria? PSDB vai rachado para convenção

Partido será o último a definir o rumo a ser tomado nas eleições deste ano para prefeito da Capital
16/09/2020 10:00 - Da Redação


O PSDB será o último partido a promover, hoje, a convenção partidária, que definirá os rumos da legenda na campanha eleitoral de 2020, em Campo Grande.  

O partido chega “rachado”, pois uma ala de importantes peessedebistas da Capital quer apoiar a reeleição do atual prefeito, Marcos Trad (PSD), mas outros correligionários apostam em uma candidatura própria, encabeçada pela deputada federal Rose Modesto.

A parlamentar protocolou na sexta-feira uma carta de intenção, em que indicava seu desejo de disputar a Prefeitura de Campo Grande. 

No pedido, Modesto solicita que o partido delibere sobre a candidatura própria, por ser o partido de “maior representação política” de Mato Grosso do Sul, e que a libere de apoiar a reeleição de Marcos Trad, caso o partido o apoie na disputa.

No mesmo dia, o presidente municipal da legenda na Capital, João César Mattogrosso, e o presidente estadual tucano, Sérgio de Paula, emitiram uma nota oficial em que reafirmam o compromisso da legenda de apoiar a reeleição de Marcos.

“O PSDB reafirma seu compromisso e sua coerência nas eleições municipais de Campo Grande, apoiando a reeleição do prefeito Marquinhos Trad. Temos convicção que este é o melhor caminho para continuarmos avançando nas ações conjuntas, que estão transformando nossa Capital e oferecendo melhor qualidade de vida à população”, diz o documento.

Em outro ponto, o partido ainda revela o alinhamento entre o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), e a atual administração municipal de Campo Grande.

“Em cinco anos, o governador destinou mais de R$ 1 bilhão para obras de infraestrutura, saúde, segurança pública, esporte, educação, entre outras áreas espalhadas por todas as regiões de Campo Grande. Agora, esta parceria se consolida com o apoio à reeleição do prefeito Marquinhos Trad”, finalizou a nota.

Outro fator que pode contribuir para que os tucanos caminhem com o atual prefeito deve-se ao fato do reconhecimento de Azambuja, em que ele afirma que o apoio de Marcos foi fundamental para que ele vencesse no segundo turno as eleições contra o juiz Odilon, em 2018.

Essa movimentação gerou uma grande expectativa – que provavelmente caiu por terra no fim de semana – de uma possível aliança com o PSD de Trad, em que traria como vice o vereador e presidente da Câmara campo-grandense, João Rocha.

 
 

Vice mantida?

No entanto, o mandatário do Patriotas no Estado, deputado Lídio Lopes, afirmou que a atual vice-prefeita e esposa, Adriane Lopes, aceitou o convite feito por Marcos e provavelmente vai, novamente, compor a chapa.

O vereador João César Mattogrosso foi ouvido pela reportagem do Correio do Estado e acabou reforçando novamente o alinhamento com a atual gestão.

“Desde sexta-feira nada mudou, pois estamos convictos em nossa escolha. Acredito que na quarta, dia da nossa convenção, iremos votar e escolher o melhor rumo para nosso partido e Campo Grande”, finalizou.

 

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!