Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COVID-19

Assembleia aprova a calamidade pública em mais três municípios do interior do Estado

Discussão teve divergências por algumas cidades terem poucos casos da Covid-19
09/07/2020 10:46 - Da Redação


 

A Assembleia Estadual votou, na manhã desta quinta-feira  (9), três Projetos de Decreto Legislativo que tratam de pedidos de calamidade pública em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), nas cidades de Bodoquena, Bela Vista e Terenos.  

Todas as três matérias obtiveram pareceres favoráveis e unânimes da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). Da mesma forma, elas foram aprovadas com ampla maioria pelo plenário da Assembleia.  

A primeira proposta a ser votada foi referente à cidade de Bodoquena. Por 15 votas a 4, o principal argumento utilizado pelos parlamentares foi de que, assim como o resto do Estado, a cidade precisa de todas as armas para se prevenir da pandemia.  

De acordo com números da Secretaria Estadual de Saúde, a cidade tem até hoje dois casos confirmados de Covid-19, ambos notificados no começo da pandemia e já recuperados.  

O pedido foi feito pela Câmara e pelo prefeito do município e sofreu rejeição de alguns deputados da Assembleia. Alguns opositores do projeto disseram ser estranho, pois no dia 1º deste mês a prefeitura de Bodoquena reabriu o turismo local.  

A segunda proposta votada foi referente à cidade de Bela Vista. O Deputado Felipe Orro iniciou a argumentação da proposta dizendo que a cidade não tem nenhum leito de UTI disponível e, por isso, seria fundamental o apoio à medida.  

Com menos resistência, a proposta foi aprovada por 17 votos a 2. Um dos opositores, foi o Deputado Coronel Contar, que fez um apelo aos vereadores e a população para fazerem cobranças de bom uso do dinheiro público.  

Para fechar a última votação, Terenos também obteve o pedido de calamidade pública aprovado, desta vez, por 15 votos a 2. A cidade mais próxima da capital, é também a mais afetada das três. São 21 casos confirmados até ontem.  

O deputado Lídio Lopes relembrou em pronunciamento que quando o Brasil e Campo Grande fizeram pedidos semelhantes ambos não estavam no pico da pandemia. 

O estado agora conta com 39 municípios em estado de calamidade pública, os demais são: Água Clara, Anaurilândia, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Aral Moreira, Batayporã, Bonito, Brasilândia, Caarapó, Cassilândia, Campo Grande, Chapadão do Sul, Costa Rica, Deodápolis, Douradina, Eldorado, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Guia Lopes da Laguna, Iguatemi, Inocência, Itaporã, Jardim, Juti, Laguna Carapã, Miranda, Naviraí, Paranaíba, Pedro Gomes, Ponta Porã, Rio Brilhante, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Santa Rita do Pardo e Sidrolândia. 

 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...