Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FICOU PARA DEPOIS

Bolsonaro confirma envio de reforma administrativa só depois do carnaval

Ministro também disse que é "normal" Bolsonaro pedir modificações em trechos que não considere corretos
20/02/2020 22:00 - Estadão Conteúdo


O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta quinta-feira, 20, que a reforma administrativa deverá ser encaminhada ao Congresso somente após o feriado de carnaval.

"Vamos deixar para depois do carnaval, né?", disse Bolsonaro, quando chegava ao Palácio da Alvorada. Mais cedo, em cerimônia no Palácio do Planalto, Bolsonaro disse que a reforma está "madura", embora ainda não esteja pronta.

Ele também defendeu o atraso no envio da proposta ao Congresso. Segundo Bolsonaro, de nada adianta o governo enviar a matéria e depois ter que pedir modificações no texto aos parlamentares.

Antes, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que Bolsonaro "está dando uma olhada na reforma administrativa" e que "são corretas" as alterações que pretende fazer no texto.

Guedes também disse que é "normal" Bolsonaro pedir modificações em trechos que não considere corretos. O ministro citou como exemplo a possível exigência de que os funcionários públicos não tenham filiação partidária.

Felpuda


Alguns pré-candidatos que estão de olho em uma cadeira de vereador vêm apostando apenas nas redes sociais, esperançosos na conquistados votos suficientes para se elegerem. A maioria pede apoio financeiro para continuar mantendo suas respectivas páginas, frisando que não aceita dinheiro público ou de político, fazendo com que alguns se lembrem daquela famosa marchinha de carnaval: “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí...”. Como diria vovó: “Essa gente perdeu o rumo e o prumo”.