Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Bolsonaro fará novo exame e ficará em isolamento

Presidente afirma que primeiro resultado deu negativo para o coronavírus
13/03/2020 19:38 - Estadão Conteúdo


 

Mesmo com o primeiro resultado do exame de coronavírus tendo dado negativo, o presidente Jair Bolsonaro vai repetir o teste no início da semana que vem. Ele também deverá ficar mais alguns dias em isolamento no Palácio da Alvorada.

A medida será necessária pelo tempo que o presidente passou no avião e ao lado do secretário da Comunicação, Fabio Wanjgarten, diagnosticado com a doença na quinta-feira (12), como antecipou a reportagem.

Um dos médicos da equipe que acompanha Bolsonaro afirmou à reportagem que o presidente deverá ficar mais um tempo em isolamento. “Ele segue de quarentena até o começo da próxima semana no Palácio do Alvorada. Precisa ficar isolado pelo menos sete dias depois do contato”, disse ele em caráter reservado.

A medida é justificada por auxiliares próximos ao presidente para que seja descartada qualquer possibilidade de algum deles estar com o vírus. A maioria deles voltou de viagem no mesmo avião de Wanjgarten. O voo entre Miami e Brasília durou cerca de nove horas. O presidente, porém, estava em uma ala separada da aeronave, sem contato direto com o secretário.

Na sexta-feira (13), a emissora de TV americana Fox News havia informado que um primeiro exame do presidente teria dado positivo, creditando a informação ao deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).  

Na sequência, Jair Bolsonaro informou pela sua página oficial no Facebook que seus exames no Hospital das Forças Armadas e no laboratório Sabin atestaram negativo para o novo coronavírus.

“HFA/SABIN atestam negativo para o COVID-19 o Sr. Pres. da República Jair Bolsonaro”, publicou o próprio Bolsonaro nas redes sociais. A publicação foi acompanhada de uma imagem em que o presidente aparece fazendo um gesto de “banana” em direção a jornalistas.

A Fox News informou que, mais cedo, Eduardo havia afirmado que o primeiro teste tinha sido positivo e que a Presidência aguardava o resultado da contraprova. No Twitter, Eduardo escreveu que “o teste não foi concluído”, sem deixar claro se falava de apenas um exame ou dois. Depois, a emissora informou que Eduardo deu informações contraditórias. O deputado disse no Twitter que “jamais falou” com alguém da imprensa que o exame tinha dado positivo.

No final da tarde, em live no Facebook, Eduardo voltou a dizer que não falou com ninguém da Fox. "Eu jamais recebi qualquer tipo de informação dizendo que Jair Bolsonaro testou positivo para o Covid-19. Como eu poderia ter repassado adiante para alguém?", afirmou. O deputado federal disse ainda ter estranhado a notícia. "Gosto muito da Fox, assisto, sigo nas redes sociais. Mas deram uma barrigada."

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.