Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DIZ DEPUTADO

Bolsonaro pode voltar a Mato Grosso do Sul para início de obras da Bioceânica

Presidente deve acompanhar obras e também trabalho realizado na fronteira
07/09/2020 15:04 - Glaucea Vaccari


Presidente Jair Bolsonaro, que visitou Mato Grosso do Sul no dia 18 de agosto, poderá voltar ao Estado para acompanhar início de obras que fazem parte da Rota Bioceânica.

Afirmação foi feita pelo deputado bolsonarista Coronel David, em live no Facebook.

Conforme o parlamentar, Bolsonaro deve acompanhar início das obras da ponte rodoviária internacional sobre o Rio Paraguai, entre a cidade paraguaia de Carmelo Peralta e Porto Murtinho.

Obra faz parte da Rota Bioceânica, o corredor rodoviário que irá permitir mais competitividade a Mato Grosso do Sul no escoamento da produção para négicos emergentes asiáticos.

Ainda segundo David, o presidente também deverá visitar outros municípios do Estado, como Ponta Porã, para acompanhar de perto o trabalho realizado na fronteira.

Deputado afirmou que, neste mês, haverá reunião em Brasília com o presidente e com o gerente de projetos internacionais da Embratur para tratar de assuntos que são prioridade no Estado.

“Vou aproveitar e pedir a ele para que venha a Ponta Porã para conhecer a realidade da nossa fronteira. O governo brasileiro já vem ajudando no combate ao narcotráfico, mas é necessário unir todas as forças possíveis, para que nós tenhamos uma fronteira mais segura para todos; isso porque Mato Grosso do Sul já vem fazendo um trabalho forte,por ser recordista em apreensão de drogas no país”, disse David.

 
 

Primeira visita

No dia 18 de agosto deste ano, Bolsonaro fez a primeira visita como presidente a Mato Grosso do Sul. 

Ele inaugurou um sistema de radar da Força Aérea Brasileira (FAB) em Corumbá, que fecha o certo a traficantes de droga que usam pequenos aviões.

O presidente também visitou a fazenda do produtor de soja Ari Basso, em Sidrolândia, e Nioaque, onde plantou mudas de pau-brasil.

 

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!