Clique aqui e veja as últimas notícias!

GOVERNO

Bolsonaro usará marco dos mil dias para viajar o país, inaugurar obras e tentar recuperar popularidade

A confirmação das agendas nos estados, no entanto, depende do teste de Covid-19 que ele deve realizar neste fim de semana
25/09/2021 13:30 - FOLHAPRESS


Na esteira do pior patamar de reprovação ao governo desde que tomou posse, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) planeja uma sequência de eventos para celebrar a semana em que completa mil dias de mandato.

A ideia original do presidente é fazer viagens para todas as regiões do país, num esforço concentrado para apresentar entregas como estradas, casas populares e até hidrelétrica.

A confirmação das agendas nos estados, no entanto, depende do teste de Covid-19 que ele deve realizar neste fim de semana, após o ministro Marcelo Queiroga (Saúde) ter se infectado em Nova York. 

Caso o resultado seja negativo, o mandatário terá luz verde para deixar o isolamento.

Com as viagens e os eventos, Bolsonaro espera recuperar parte da sua popularidade. Segundo o Datafolha divulgado na semana passada, 53% da população considera a gestão do presidente ruim ou péssima, um novo recorde.

A ideia de integrantes do Palácio do Planalto é que, liberado do isolamento, Bolsonaro visite ao menos uma cidade de cada região e participe por videoconferência de inaugurações de impacto.

Últimas notícias

Durante as viagens, além das solenidades de lançamento das obras, o presidente deverá conceder entrevistas a rádios locais. 

A medida faz parte de uma nova estratégia de comunicação que busca dar capilaridade às ações do governo.