Clique aqui e veja as últimas notícias!

PRESIDENTE DA CÂMARA

Carlão: meta é unidade e diálogo com o Executivo

Novo presidente da Câmara diz que quer manter a Casa unida, aumentar a presença do Legislativo nos bairros e conservar a boa relação com o prefeito
08/01/2021 10:00 - Flávio Veras


O vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), foi eleito presidente da Câmara de Vereadores de Campo Grande. Agora oficializado no cargo, o presidente afirmou que a expectativa antes das eleições foi alcançada, já que foi eleito por unanimidade entre os pares. 

Contudo, Carlão projeta que bom trânsito entre os vereadores e as bancadas seja sua marca nos próximos quatro anos como mandatário da Casa de Leis.

Carlão, que era o 1º secretário da Câmara na legislatura passada e foi confirmado presidente no último dia 1º de janeiro, durante a primeira sessão extraordinária de 2021.

Últimas notícias

O processo para escolha do seu nome como presidente foi tranquilo, pois o até então adversário na disputa e que buscava reeleição, João Rocha (PSDB), que acabou deixando a disputa e abrindo caminho para uma vitória tranquila de Borges.

“Meu trabalho como legislador sempre foi de respeito às bancadas e aos vereadores. Esse fato foi confirmado com a minha vitória, pois todos os vereadores, sejam da oposição ou da situação, votaram na minha chapa. Portanto, nossa expectativa foi alcançada e queremos continuar esse bom diálogo”, explicou.

CONSENSO

Sobre esse consenso, Carlão afirmou que nada será imposto, pois acredita que todos os vereadores precisam ser ouvidos, pois eles representam o eleitorado no qual depositou os votos neles. 

Porém, o presidente afirmou que a união com o Executivo municipal será fundamental para aprovação de pautas relevantes para a sociedade, principalmente porque o mundo vive em uma pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Iremos buscar esse consenso em prol das pautas que sejam melhores para a nossa sociedade, porém, os parlamentares, principalmente os novos, terão suas opiniões sempre levadas em consideração. A oposição também terá um papel fundamental nesse processo, claro, desde que ela seja construtiva e defenda os interesses dos campo-grandenses. Contudo, queremos trabalhar com o Executivo para enfrentarmos um ano que será muito difícil, por causa da pandemia e a retomada da economia”, projetou.

DIÁLOGO COM O PODER EXECUTIVO

O prefeito Marcos Trad (PSD) também demonstrou interesse nesse diálogo em seu discurso de posse para o novo mandato. De acordo com Trad, ele vai agendar uma reunião entre todos os secretários e a Câmara para estreitar pautas de interesse da população.

“Na minha opinião, o prefeito está sendo inteligente em buscar esse diálogo, pois os vereadores são a caixa de ressonância da sociedade. É com eles que a população, lideranças e presidentes de bairros fazem suas demandas. Nessa reunião será exposto aos secretários que eles são nomeados, ou seja, são funcionários do povo e os parlamentares representam esse povo. Portanto, o secretário deve receber e ouvir os representantes da Câmara”, apontou.