Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

POLÊMICA

Com pré-candidatura confirmada, diretor da Santa Casa faz ação social nas Moreninhas

“Santa Casa nos Bairros” aconteceu pela primeira vez neste sábado
08/02/2020 12:20 - Izabela Jornada, Naiane Mesquita


 

Pré-candidato a prefeitura de Campo Grande pelo Partido Progressista, o diretor da Santa Casa, Esacheu Nascimento, promoveu a primeira edição de uma série de ações sociais nos bairros da Capital. O evento “Santa Casa nos Bairros” foi realizado hoje, pela manhã e à tarde, na Associação dos Moradores das Moreninhas 1 e 2, na Capital, e atraiu poucos moradores ao local. 

A ação foi criticada durante a semana por deputados e vereadores de Campo Grande, que definiram o evento como uma “agressão” aos pacientes que esperam por cirurgias no centro de saúde ou como “incoerente” já que a dívida ativa da Associação Beneficente de Campo Grande (ABCG), mantenedora da unidade, atualmente é de R$ 13.623.094,27. 

Mesmo com as constantes crises financeiras e uma receita de 80% - que resulta dos cofres públicos devido ao atendimento de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) - , a Santa Casa promoveu o evento que contou a participação de 100 profissionais, que realizaram exames oculares, preventivos como de próstata e mama, além de aferir pressão e facilitar a realização de consultas pela tabela social com médicos particulares. 

Apesar do empenho, até as 10 horas de sábado, apenas 50 pessoas visitaram o local para realizar os exames. Além do cuidado com a saúde, o evento também teve música ao vivo e corte de cabelo gratuito. 

Entre os presentes na ação estavam o deputado estadual Evander Vendramini (PP), o vereador Cazuza (PP) e Evandro Fonseca (PP), ex-secretário de saúde da gestão do ex-prefeito Alcides Bernal. 

Pré-candidatura

Entre os presentes na ação estava o deputado estadual, Evander Vendramini (PP), que confirmou a pré-candidatura de Esacheu Nascimento (PP) na disputa pela prefeitura de Campo Grande. Segundo o deputado, a ação social não tem relação com o ano eleitoral. “É uma ação social e grande parte das pessoas que estão participando são voluntários. Não se pode misturar as coisas, o que está acontecendo é que só de cogitar a candidatura incomodou”, explica. 

De acordo com o deputado, a ação já era realizada dentro da Santa Casa, mas não soube informar quantas e quando elas ocorreram. 

O diretor da Santa Casa, Esacheu Nascimento não quis comentar sobre a disputa eleitoral. “Nós estamos tratando aqui de um assunto, Santa Casa e a população”. Segundo o pré-candidato do PP, a ação “vai ocorrer pelo menos uma vez por mês”, ressalta. 

 

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!