Clique aqui e veja as últimas notícias!

FINANÇAS PÚBLICAS

Com votos da bancada de MS, servidores públicos não terão reajuste

Deputados federais reverteram votação dos senadores e mantiveram decisão do presidente de impedir aumentos
21/08/2020 09:00 - Clodoaldo Silva


Os deputados federais mantiveram ontem o veto presidencial que congelou salários de servidores públicos civis e militares até dezembro do próximo ano, impedindo que seja contado este período para aplicação de direitos trabalhistas, como anuênios e quinquênios, bem como gratificação pela atuação na linha de frente no combate à pandemia de Covid-19. 

Foram 316 votos a favor e 165 contra.

Da bancada sul-mato-grossense, quatro votaram para derrubar o veto e permitir os reajustes, três pela manutenção e o deputado Loester Trutis (PSL) não votou.

Os deputados Dagoberto Nogueira (PDT) Fábio Trad (PSD), Rose Modesto (PSDB) e Vander Loubet (PT) votaram a favor de que os servidores pudessem ter reajuste. 

Já os deputados tucanos Beto Pereira e Bia Cavassa e o Dr. Luiz Ovando (PSL) votaram para manter a proibição de reajuste.