Clique aqui e veja as últimas notícias!

RELATÓRIO FINAL

CPI retira acusações de genocídio e homicídio qualificado contra Bolsonaro

De acordo com o relator, restaram as sugestões de indiciamento contra o presidente por dez crimes
20/10/2021 10:14 - Estadão Conteúdo


O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), confirmou que o relatório final, que será apresentado nesta quarta-feira, não contém mais a conclusão de que o presidente Jair Bolsonaro teria cometido os crimes de genocídio contra as populações indígenas e de homicídio qualificado. 

De acordo com o senador, restarão as sugestões de indiciamento contra o presidente por dez crimes.

Renan também afirmou que retirou o pedido de indiciamento contra o pastor Silas Malafaias. 

"Só foi retirado o nome dele", afirmou o parlamentar ao chegar ao Senado para a reunião em que o relatório será apresentado. Nas contas de Renan, 69 pessoas estarão na lista de sugestão de indiciamentos.

Segundo o relator, o crime de genocídio foi trocado por mais uma tipificação de crime contra a humanidade. 

"Foi trocado por mais um indiciamento de crimes contra a humanidade, na questão da Prevent Senior, de Manaus e agora também dos povos indígenas. O que foi retirado foi o crime de homicídio", disse o senador.

Últimas notícias