Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MINISTRA

Damares, sobre Flordelis: 'minha ligação com ela era a pauta da adoção'

A ministra frisou, então, que a pauta da adoção não deve afetada "com essa história absurda" de Flordelis
28/08/2020 03:00 - Estadão Conteúdo


O presidente Jair Bolsonaro e a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, buscaram se afastar da imagem da deputada Flordelis (RJ), denunciada como a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo. 

Desde a apresentação da denúncia contra Flordelis, passaram a circular fotos nas redes sociais de autoridades com a parlamentar, entre elas Bolsonaro, a primeira-dama, Michelle, e Damares.

"Imagem minha também apareceu ao lado dela (Flordelis). Hoje, eu tirei umas 300 fotos lá em Foz do Iguaçu. Durante a minha campanha e pré-campanha, tirava 500 fotos por dia. Depois, 'nego' garimpa uma foto de alguém que fez uma besteira qualquer, ou é acusado, né, e tentam desgastar a gente", disse Bolsonaro durante transmissão ao vivo nas redes sociais, ao lado de Damares.

"Nós aguentamos pancada aqui, nós temos couro grosso, não tem problema nenhum. A gente fica chateado é que a minha esposa também tirou foto com ela (Flordelis) e roda na internet. Tudo bem", afirmou o presidente.

Damares disse estar triste com a situação e que, assim como milhões de brasileiros, foi enganada por Flordelis. 

"A história que ela contava para o Brasil, e contou para nós, era uma história linda de adoção. Em 2013, conheci ela, me apaixonei por aquela história, um monte de criança adotada, e quando ela foi eleita deputada me procurou já como ministra. E antes mesmo de eu assumir, me procurou lá no Senado para falar sobre adoção. A minha ligação com ela era a pauta da adoção", declarou a ministra.

Para Damares, o relatório da investigação que implica Flordelis como mandante da morte do marido é "robusto". 

"(Estou) indignada de (ela) ter usado a fé, usado os irmãos, igreja. A igreja brasileira é uma igreja séria. Indignada. Muito triste. Ela enganou todo o Brasil. Ela não enganou só o segmento evangélico. Ela enganou a nação inteira. Nós estamos muito tristes com isso e vamos aguardar agora o resultado da Justiça."

A ministra frisou, então, que a pauta da adoção não deve afetada "com essa história absurda" de Flordelis, que adotou 55 filhos. 

"A pauta da adoção não pode ser afetada. Vamos continuar adotando no Brasil, vamos continuar colocando a adoção no nosso coração."

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!