MENU

Clique aqui e veja as últimas notícias!

LEGISLATIVO

Decisão no Superior Tribunal Federal embola disputa pela presidência da Câmara

Bancada de deputados federais de Mato Grosso do Sul ainda está dividida sobre rumos da Casa
08/12/2020 10:00 - Clodoaldo Silva


A decisão no fim de semana do Supremo Tribunal Federal (STF) em barrar as candidaturas à reeleição de Rodrigo Maia à presidência da Câmara dos Deputados e Davi Alcolumbre para o Senado Federal embola a disputa para os cargos e gera incertezas sobre os rumos do Poder Legislativo na bancada federal sul-mato-grossense. 

Já foram apresentados seis nomes, sendo cinco do Centrão – grupo informal de vários partidos – e um com apoio do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Acompanhe as últimas notícias

De acordo com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a decisão do STF liberou os deputados que articulam a candidatura, citando Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), Baleia Rossi (MDB-SP), Elmar Nascimento (DEM-BA), Luciano Bivar (PSL-PE) e Marcos Pereira (Republicanos-SP) como possíveis candidatos.

Maia não mencionou o candidato apoiado por Bolsonaro, Arthur Lira (PP-AL), que travou os trabalhos da Comissão Mista de Orçamento ao reivindicar o direito de seu grupo político indicar o presidente do colegiado. 

No início do ano foi acertado que seria um deputado do DEM, mesmo partido de Maia. Porém, com a mudança de cadeiras no legislativo, Lira entende que seu grupo teria este direito. Sem esta definição, o Orçamento de 2021 do governo federal está parado.