Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÃO EM CAMPO GRANDE

Deputada Rose Modesto solicita a legenda ao PSDB para disputar Prefeitura de Campo Grande

Em documento parlamentar cita clamor da população por uma alternativa ao atual Prefeito
10/09/2020 16:30 - Da Redação


A deputada federal Rose Modesto (PSDB-MS) entregou na tarde de hoje  (10/ 09) carta ao Diretório  do PSDB solicitando a legenda para disputar a prefeitura de Campo. A parlamentar solicita no  documento que o partido delibere sobre a candidatura própria por ser o partido de “maior representação política” de Mato Grosso do Sul e que a libere de apoiar a reeleição de Marquinhos Trad caso o partido o apoie na disputa.

Este ato da deputada federal foi adotado porque o PSDB, embora não tenha fechado o apoio a Marquinhos Trad, tem se manifestado por este posicionamento em virtude do apoio dos Trads (Nelsinho Trad e Marquinhos Trad) nas eleições de 2018 a candidatura a reeleição do Governador Reinaldo Azambuja. Teria sido firmado este compromisso dos tucanos apoiarem o atual gestor de Campo Grande nestas eleições.      

No documento, a parlamentar afirma que disputou a prefeitura de Campo Grande em “condições muito desfavoráveis” em 2016, sendo que agora “passados quatro anos, entendo que uma recandidatura nossa seria o caminho natural do PSDB, tendo em vista do clamor das bases partidárias e da própria população, carente de alternativas nesta próxima eleição”.

 
 

Também a deputada explica que “jamais escondi o sonho que carrego comigo, desde sempre, de governar nossa capital. Para realizá-lo enfrentei o desafio de ser candidata em condições desfavoráveis, no pleito de 2016.”

Ela solicita que o partido delibere sobre uma candidatura “própria e altiva” pelo fato do PSDB ser o partido com maior representação política no Estado, e caso o pedido não seja acatado respeitará a decisão do partido.

Porém, ressalta que as “diferenças de visão política e administrativa me impedem de subir no palanque de um adversário das eleições passadas”, solicitando que fique liberada de apoiar o atual prefeito Marquinhos Trad na disputa dele para reeleição. 

Ela pede “a liberação de qualquer compromisso com outras candidaturas. Essa independência faz-se necessário, agora, porque só assim será possível fazer a defesa dos interesses da população de Campo Grande”.

 
 

Felpuda


Conversas muito, mas muito reservadas mesmo tratam de possível mudança, e não pelo desejo do “inquilino”.

Por enquanto, e em razão de ser um assunto melindroso, os colóquios estão sendo com base em metáforas.

Até quando, não se sabe, pois o que hoje é considerado tabu poderá se tornar assunto em rodinhas de conversas.

Como dizia o célebre Barão de Itararé: “Há mais coisas no ar, além dos aviões de carreira”. Só!