Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÕES

Em ato de filiação de prefeita, Delcídio anuncia pré-candidatura ao governo em 2022

Délia desconversou quando perguntada se vai concorrer à reeleição em 2020
14/12/2019 15:47 - ADRIEL MATTOS


 

Durante o ato de filiação da prefeita de Dourados, Délia Razuk, ao PTB, o ex-senador Delcídio do Amaral declarou que é pré-candidato ao governo de Mato Grosso do Sul nas eleições de 2022. “Fui absolvido, inocentado na Justiça. Quero comandar esse Estado por um mandato só. Vou fazer uma gestão que ninguém vai se esquecer”, disse em discurso, de acordo com o site Dourados News.

Délia ingressou no PTB após deixar o PL em julho e passar os últimos meses sem partido. Seu filho, o deputado estadual Neno Razuk também é membro da legenda. Durante o evento, Delcídio afirmou que Délia será candidata à reeleição no ano que vem.

Porém, a prefeita disse que ainda não decidiu se vai concorrer. “Dourados tem toda possibilidade de ser protagonista nas eleições de 2020, mas não necessariamente com o meu nome. Temos pessoas com qualidade, estamos abertos para o bem da cidade e para conversar com outros partidos”, justificou.

Para 2020, a meta do PTB é eleger de oito a dez prefeitos. Com a filiação de Délia, o partido passa a ter dois prefeitos. “Estamos trabalhando e fiz compromisso de fortalecimento, de crescimento do partido. Consegui trazer o ex-senador Delcídio do Amaral para o PTB e ele deve se candidatar nas eleições de 2022 buscando outras pessoas para integrar o time”, afirmou Neno Razuk.

Felpuda


Nos bastidores, conversas, ou melhor, quase sussurros, dão conta de que compromisso assumido teria prazo de validade se acontecer a vitória de aliado.

A partir de então, o papo passaria a ser bem, mas bem diferente mesmo, pois, com acordo cumprido, novos objetivos passariam a ser fonte dos desejos, e sem nenhuma moeda de troca.

No caso, não haveria mais sequer um fio de bigode. Tipo, cada um na sua.