Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

ELEIÇÕES 2020

Em Bonito, atual prefeito perde e Josmail Rodrigues é eleito para prefeitura

No cargo, Odilson Arruda ficou apenas com o terceiro lugar na preferência dos eleitores
15/11/2020 22:20 - Daiany Albuquerque


O candidato Josmail Rodrigues (PSB) foi eleito prefeito Bonito, com 35,7% dos votos válidos nas eleições municipais deste ano.

O resultado foi divulgado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) neste domingo (15). 

O candidato venceu o atual prefeito da cidade, Odilson Arruda (PSDB), que só ficou com o terceiro lugar na preferência dos eleitores, com 28,94% dos votos. O segundo lugar ficou com Dr. Laercio (DEM) que teve 33,43%.

Agora, Rodrigues tomará posse no cargo para quatro anos de gestão, a partir de 2021.

Todas as urnas foram apuradas e, ao todo mais de 13 mil eleitores votaram em quatro opções possíveis, sendo que 4.465 escolheram Rodrigues, conforme dados do TRE-MS.

Do volume de eleitores da cidade, 350 votaram nulo, que somou 2,69% e 1,29% decidiram votar em branco.

ELEITORES

Em Mato Grosso do Sul, 1.932.293 eleitores estavam aptos a votar nos 79 municípios e eles tiveram de ser submetidos a medidas de biossegurança como o distanciamento físico e a higienização constante das mãos. Em Campo Grande, 612.487 eleitores podiam votar.

O primeiro turno das eleições, que deveria ter ocorrido em 4 de outubro e foi adiado para este dia 15, ocorreu com a determinação de que eleitores e mesários cumprissem várias obrigações, como evitar ao máximo o contato com objetos e entre pessoas. 

Durante a votação, o uso de máscara foi obrigatório, podendo o presidente da seção impedir o eleitor de entrar no recinto se ele não estivesse usando o acessório de proteção. 

No Estado, os eleitores tiveram a opção este ano de escolher um dos 290 candidatos a prefeito e um entre os 8.071 candidatos a vereador. Um total de 419 candidatos para estes dois cargos estiveram em busca da reeleição.

Clique aqui e confira todos os números da apuração de hoje.

 
 

Felpuda


Comentários ouvidos pela “rádio peão”, em ondas curtas, são de que figurinha só ganharia apoio dos colegas caso pessoa agregada fosse “curtir a aposentadoria” de uma vez por todas. Como seu acordo político acabou naufragando nesta campanha, agora dito-cujo estaria querendo recuar e não ceder o lugar. 

Isso até poderia acontecer, se não fosse a sua, digamos, eminência parda. Afe!