Clique aqui e veja as últimas notícias!

JOGO

Em minoria, governistas miram estados na CPI da Covid e apontam conflito de Renan na relatoria

Já os críticos do governo, que são maioria na CPI, trabalham para que os primeiros requerimentos sejam para convocar três ex-ministros da Saúde
19/04/2021 13:55 - FOLHAPRESS


Com a iminência da instalação da CPI da Covid, senadores governistas se preparam para mirar as investigações na destinação dada a recursos federais repassados a estados e municípios e, de imediato, fazem campanha virtual contra o senador Renan Calheiros (MDB-AL) para tentar barrá-lo na relatoria da comissão.

Já os críticos do governo, que são maioria na CPI (7 dos 11 integrantes são independentes ou oposição declarada), trabalham para que os primeiros requerimentos sejam para convocar três ex-ministros e buscar por material do MPF (Ministério Público Federal) e do TCU (Tribunal de Contas da União) sobre a atuação do governo no combate à pandemia, como mostrou o jornal Folha de S.Paulo no domingo (18).

De imediato, governistas, mesmo os que não são senadores, lançaram nas redes sociais a campanha #RenanSuspeito, sob o argumento de que o senador não pode ser relator, já que um dos focos da CPI são os estados –seu filho, Renan Filho (MDB) é governador de Alagoas.

Últimas notícias