Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COVID-19

'Falou e cumprimentou a todos', diz Rose sobre Nelsinho, caso suspeito de coronavírus

Trad estava em comitiva onde integrante testou positivo para doença, mas exame do parlamentar ainda não saiu
13/03/2020 13:00 - Izabela Jornada, Ricardo Campos Jr


 

Caso suspeito de coronavírus, o senador por Mato Grosso do Sul Nelson Trad Filho (PSD) manteve contato direto com os colegas parlamentares do Congresso um dia depois de voltar da viagem com a comitiva do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). No grupo havia uma pessoa contaminada pelo vírus, o o chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República, Fabio Wajngarten.

“Ele falou e cumprimentou todo mundo. Estivemos todos juntos”, disse a deputada federal Rose Modesto (PSDB) durante um evento sobre mulheres na política.

Por enquanto não há motivo de preocupação com relação a isso, já que ainda não há exame comprovando que Trad está infectado. Contudo, para evitar a disseminação futura do Covid-19, o parlamento adotou algumas medidas.

“A princípio, o que ficou determinado é que só o acesso de visitantes, prefeitos, vereadores está restrito. Não foi cancelada sessão, comissão para a próxima semana. Estamos vivendo cada dia uma notícia. Hoje está mantido o trabalho dos deputados inclusive dentro das comissões”, disse a tucana.

Para a senadora Simone Tebet (MDB), a preocupação em cima dos parlamentares decorre do contato com a população que a função exige.

“Nós que somos transmissores porque convivemos com 300, 500 mil pessoas. Fiz uma conexão para estar aqui hoje em São Paulo, fiquei uma hora e meia lá. Peguei dois voos. Em cada um tinha cerca de 200 pessoas e só no aeroporto devo ter visto em torno de 800 a mil pessoas”, disse em entrevista.

PANDEMIA

O estado da contaminação pelo novo coronavírus foi elevado à categoria de pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no último dia 11 de março. A mudança de classificação não se deve à gravidade da doença, e sim à disseminação geográfica rápida que o Covid-19 tem apresentado.

Na Itália, o número de casos confirmados da doença por exame chegou a 12.839 nessa quinta-feira (12), conforme o boletim mais recente do Ministério da Saúde do país Europeu. As autoridades investigam 1.016 mortes, o que corresponde a 7,9% dos pacientes infectados.

Boletim da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado ontem informa que na China, onde começou a proliferação do Covid-19, são 80.981 casos confirmados e 3.173 mortes, ou seja, a doença foi fatal para 3,9% dos pacientes.

Fora do país asiático, já são 44.067 casos confirmados e 1.440 mortes causadas pela doença, o que resulta em uma taxa de letalidade de 3,2%.

 

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!