Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

UNIÃO

Governo nomeia Advogado-Geral para Ministério da Justiça

Diretor da Agência de Inteligência, Alexandre Ramagem é o novo diretor-geral da Polícia Federal
28/04/2020 07:56 - Daiany Albuquerque


 

O Governo Federal publicou nesta terça-feira (28) no Diário Oficial da União a nomeação do novo ministro da Justiça e do diretor-geral da Polícia Federal. O advogado André Luiz Mendonça, que estava na Advocacia-Geral da União (AGU) ficará com o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Já Alexandre Ramagem, era diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) é o novo diretor-geral da Polícia Federal. O ex-delegado é amigo da família do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

 
 

José Levi Mello do Amaral Júnior substituirá Mendonça na AGU, até então ele trabalhava como procurador-geral da Fazenda Nacional.

Os cargos estavam sem gestor desde sexta-feira passada, quando o Governo Federal exonerou o então diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, indicação do ministro Sergio Moro. Na publicação em Diário Oficial, que a princípio levou a assinatura de Bolsonaro e Moro, dizia que a demissão seria a pedido.

Entretanto, em entrevista coletiva que ocorreu horas após a publicação, o ex-ministro negou que houvesse um pedido de Valeixo para sair do cargo e também afirmou que a troca seria uma interferência política na Polícia Federal. As acusações foram feitas durante seu pedido de demissão.

O presidente negou todas as acusações de Moro e afirmou que, em conversa com o ex-ministro ele teria condicionado a demissão de Valeixo a uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).  O que também foi negado pelo ex-juiz.

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!