Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

INTERNACIONAL

Eleições EUA: Indianos celebram vitória da "filha da Índia" Kamala Harris

A vice-presidente dos EUA, Kamala, que tem mãe indiana e pai jamaicano, virou motivo de orgulho para indianos-americanos
09/11/2020 08:05 - Agência Brasil


Os indianos dispararam fogos de artifício nesse domingo (8) e fizeram orações de gratidão pela eleição de Kamala Harris como próxima vice-presidente dos Estados Unidos (EUA), em um momento de orgulho para indianos-americanos.

Harris, filha de mãe indiana e pai jamaicano que imigraram para os EUA a fim de estudar, fez história ao se tornar a primeira mulher a vencer a eleição para o cargo.

Em sua localidade ancestral no Sul da Índia, a cerca de 14 mil quilômetros de Washington, crianças seguravam pôsteres de Kamala Harris, enquanto pessoas se reuniam em um templo hindu para agradecer aos deuses pela vitória que ela e o presidente eleito, Joe Biden, conquistaram.

Os religiosos do templo, na vila de Thulasendrapuram, banharam a divindade local com leite e fizeram orações. Mulheres desenhavam murais e músicos tocavam canções tradicionais.

"Uma mulher vinda desta pequena vila agora ocupa um dos cargos mais altos nos EUA. É um momento de orgulho", disse R Kamaraj, um ministro do governo no estado de Tamil Nadu que se juntou às comemorações.

Kamala Harris se identifica como uma negra americana, mas também falou sobre sua herança indiana durante a campanha.

Em discurso na noite de sábado (7), Harris disse que sua falecida mãe, Shyamala Gopalan, era a mulher mais responsável por sua presença alí. 

Dezenas de indianos e americanos de origem indiana recorreram às redes sociais para parabenizar Harris, incluindo os atores Priyanka Chopra Jonas e Mindy Kaling.

Kaling tuitou imagens de Harris e escreveu: "chorando e segurando minha filha, olha, baby, ela se parece com a gente".

 
 

Felpuda


Embora tenha manifestação de que não haverá mudanças na administração municipal que se iniciará dia 1º de janeiro, o que se ouve por aí é que a realidade não seria bem assim.

Alguns setores deverão passar por alterações, como forma de se azeitar engrenagens que estariam deixando a desejar. 

O Diário Oficial, a partir daquela data, deverá ser a publicação mais lida a cada manhã.