Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORUMBÁ

Iunes é favorito para se reeleger; Delcídio aparece na quinta posição

Pesquisa de intenção de votos aponta preferência dos eleitores para prefeitura
21/10/2019 09:57 - YARIMA MECCHI


 

O atual prefeito de Corumbá – cidade do interior do Estado que faz fronteira com a Bolívia –, Marcelo Iunes (PSDB), é o favorito na pesquisa estimulada para o Executivo municipal da cidade no pleito de 2020. Atrás dele vem a deputada federal Bia Cavassa (PSDB), o ex-prefeito Paulo Duarte (MDB), o vereador mais votado de 2016, Dr. Gabriel (MDB), o ex-senador Delcídio do Amaral (PTB) e o ex-candidato Elano (PPS).

Os dados são do Instituto de Pesquisa de Mato Grosso do Sul (Ipems) e foram levantados nos dias 14 e 15 de outubro junto a eleitores na área de opiniões relacionadas às eleições de 2020 e à avaliação administrativa.

A pesquisa é quantitativa e foram entrevistados 420 eleitores da cidade branca. Conforme o Ipems, foram elaborados dois estágios: no primeiro, a cidade foi representada por conglomerados e/ou regiões e bairros; no segundo, dentro dos bairros. Os respondentes são selecionados por meio de quotas amostrais proporcionais. O grau de confiança do resultado é de 95% e a margem de erro é de 4,78% para mais ou para menos.

No questionamento estimulado de intenção de votos, o primeiro colocado, com 33,90%, é o prefeito Marcelo Iunes, que foi eleito como vice-prefeito, mas assumiu o posto após o falecimento do então chefe do Executivo Ruiter Cunha, em novembro de 2017, após complicações cirúrgicas. 

Com 17,57% das intenções de votos está a deputada federal pelo PSDB Bia Cavassa, viúva de Ruiter e suplente da ministra da Agricultura, Tereza Cristina. 

O ex-prefeito da cidade branca Paulo Duarte figura como o terceiro melhor colocado na pesquisa, com 16,77%; seguido pelo vereador Dr. Gabriel.

O que chama atenção é a posição do ex-senador Delcídio do Amaral, que teve mais de 800 mil votos na eleição de 2010 e, mesmo se candidatando no último dia para a disputa, recebeu 109.927 votos na disputa por uma cadeira no Senado Federal em 2018. Ele está em quinto lugar, com 9,41% das intenções de votos na pesquisa estimulada. O mal desempenho na pesquisa pode atrapalhar os planos do ex-senador, que pretende disputar as eleições de 2022. Ele pensa em concorrer para o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e seu colégio eleitoral é a cidade branca.

Atrás de Delcídio está apenas o ex-candidato a prefeito Elano, com 6,33%. Os que não souberam ou não opinaram somam 6,10%.

 

Felpuda


Com trabalho suspenso, por causa da Covid-19, investigação parou sem ter começado e, agora, dois dos cabeças do grupo de trabalho estão “chovendo no molhado”. Assim, para continuar, digamos, em evidência, vêm divulgando sobre a “firmeza” de ambos em “dar continuidade”, tão logo acabe a pandemia que, assim como os resultados dos trabalhos, são incógnitas que só. Portanto, melhor seria aguardar o desenrolar dos acontecimentos para sair “cantando de galo”.