Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

EX-MINISTRO

“Ele exonerou ali a ciência”, diz Mandetta sobre ser demitido por Bolsonaro

Em live, ex-ministro comentou sobre sua saída do ministério
27/04/2020 15:58 - Fábio Oruê


Ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta declarou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) “exonerou” a própria ciência ao demiti-lo, em live organizada pelo Movimento Brasil Livre (MBL), neste domingo (26).

“Ele [Bolsonaro] resolveu substituir o ministro, não o Luiz Henrique Mandetta, mas acho que ele exonerou ali a ciência, que nós estávamos tentando seguir”, opinou o ex-ministro sul-mato-grossense em conversa com Kim Kataguiri e Danili Gentili. Mandetta deixou o Ministério da Saúde no último dia 16, após várias declarações e divergências públicas com Bolsonaro, principalmente a respeito do isolamento social. 

 
 

Enquanto Mandetta sempre defendeu as medidas para contenção da velocidade do coronavírus, Bolsonaro sempre foi contra o isolamento social e o fechamento de serviços devido aos impactos para a economia. Em uma das coletivas diárias realizadas pelo ministério, Mandetta chegou a dizer que a população não sabe "se escuta o presidente ou o ministro".

Ex-ministro anunciou sua saída do ministério por uma rede social. No lugar de Mandetta, Bolsonaro nomeou o oncologista Nelson Teich para a pasta.

“Nós fizemos o nosso ministério em cima de três pilares no coronavírus: uma defesa intransigente da vida, uma defesa intransigente do SUS e uma defesa intransigente da ciência. O comportamento do presidente bateu de frente com a ciência, com o SUS e com a vida. Aí, ficou impossível porque eu não podia sair das minhas prerrogativas e ele não podia sair das dele", explicou ele sobre sua saída.

 

Felpuda


Entre sussurros, nos bastidores políticos mais fechados, os comentários são que história apregoada por aí teria sido construída para encobrir o que realmente foi engendrado em conversa que resultou em negociata. 

O script foi na base do “você finge que é assim, e nós fingimos que acreditamos”. 

Batido o martelo, a encenação prosseguiu e, conforme o combinado, deverão ser apresentados novos episódios.

Ah, o poder!