Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

MATO GROSSO DO SUL

PGE finaliza acordo direto em precatórios com pagamentos de R$ 50,7 milhões

Economia foi de R$ 20 milhões com descontos aceitos pelos credores
26/10/2020 13:30 - Glaucea Vaccari


Edital de Acordo Direto em precatórios terminou com o pagamento de R$ 52,2 milhões, economia de R$ 19,9 milhões da soma total, que era de R$ 70,7 milhões.

De acordo com a Procuradoria-Geral do Estado de Mato Grosso do Sul (PGE), a pandemia do coronavírus pode ter colaborado para o aquecimento da economia sul-mato-grossense ao registrar aumento da produtividade no pagamento de precatórios.  

Edital foi aberto em 6 de janeiro de 2020 e as atividades terminaram em setembro, com antecedência de três meses do prazo final.

Apesar da soma de R$ 70,7 milhões, com as condições de descontos aceitas pelos credores, pagamento líquido efetuado pelos Tribunais de Justiça (TJMS), Regional do Trabalho da 24ª Região e Regional Federal, alcançou a marca de R$ 50,7 milhões.

Economia registrada foi de R$ 20 milhões, o equivalente a 28,20%.

Foram efetuados 1.732 acordos, 70% a mais do que no edital passado, quando foram 1.016.

Quanto ao valor pago, aumento foi de 13%, passando de R$ 17,7 milhões para os R$ 20 milhões.

“[Acordos] Foram de longe ainda maiores do que o segundo edital que já tinha alcançado um retorno acima do esperado também. Tanto a adesão recorde de Acordos Diretos quanto o montante negociado e a efetiva economia ao Estado demonstram o quanto o Poder Executivo está empenhado em servir e resolver as pendências com a sociedade”, disse a  procuradora-Geral do Estado, Fabíola Marquetti Sanches Rahim.

A elaboração e execução do Acordo Direto é uma ação realizada pela Câmara Administrativa de Solução de Conflitos da Procuradoria-Geral do Estado (Casc/PGE) em parceria com os tribunais de origem dos precatórios.

Precatórios são requisições de pagamento expedidas pelo Judiciário para cobrar de municípios, Estados ou da União, assim como de autarquias e fundações, o pagamento de valores devidos após condenação judicial definitiva.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos aprofundando as notícias

 
 

Felpuda


Racha em entidade religiosa teve péssimas consequências eleitorais na disputa por vagas na Câmara Municipal de Campo Grande.

O quiproquó, também, digamos, com nuance familiar, provocou estragos da-que-les.

Aí, como consequências, fez com que quem está não conseguisse votos suficientes para permanecer em 2021-2024 e quem estava fora tentando retornar ficasse à beira do caminho. 

Como se vê...