Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÕES

Tucanos podem ficar fora da disputa para a prefeitura de Dourados em 2020

Nomes dos PSDB como o radialista Marçal Filho desistiram de concorrer ao Executivo municipal
01/07/2020 08:00 - Da Redação


O maior partido de Mato Grosso do Sul pode ficar de fora da disputa pela Prefeitura Municipal de Dourados. 

Anteriormente com dois pré-candidatos, PSDB terá que escolher outras opções caso queira representantes nas urnas da cidade isso porque o deputado estadual e radialista, Marçal Filho, e o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, não descompatibilizaram de suas funções conforme determina o calendário eleitoral.

Resende já tinha avisado que não ia deixar o cargo para concorrer nas eleições deste ano por considerar melhor permanecer a frente da pasta no combate a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e ontem Marçal anunciou em seu programa de rádio que também não vai colocar o nome à disposição.

"Na realidade é o que falei, não retirei meu nome porque nunca me coloquei como pré-candidato e na hora certa eu ia falar. Na Lei diz que nenhum candidato poderia continuar em programa de rádio e TV a partir do dia 30. Nesse momento de pandemia, gente passando fome, eu tenho feito um trabalho na rádio. As pessoas têm ajudado e não me sinto à vontade para fazer em campanha em um momento que as pessoas não estão pensando nisso" ressaltou.  

O deputado ressaltou ainda que como a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/2020 - que altera a data das eleições municipais deste ano - ainda não foi aprovada ainda na Câmara dos Deputados o calendário eleitoral deve mudar ainda está semana. 

"Esse calendário ficou confuso, não tenho cabeça para pensar em campanha. Tenho um trabalho importante que estou fazendo na rádio, prefiro ficar fazendo meu trabalho como deputado, buscando recursos para a Saúde.  As pesquisas me colocando com grande popularidade, fico muito feliz, mas vou ter que adiar o projeto porque o momento não me sinto à vontade para largar o que estou fazendo para fazer campanha".

O presidente municipal do partido, Valdenir Machado, disse que ainda não tem um plano para a sigla com relação ao pleito e o presidente estadual do PSDB-MS, Sérgio de Paulo, deve se reunir para definir quais os rumos do ninho.

"Não fomos comunicados de nada, todas às vezes ele saía e dizia que depois conversava. Ele sempre dizia que ia conversar só mais na frente. Fiquei sabendo por boca de terceiros que ele anunciou. Já comuniquei o Sérgio de Paula e os pré-candidatos querem uma posição do regional, vou marcar uma reunião. Desobriga do partido cuidar dele como pré-candidato. Na pesquisa ele estava com 36% de aprovação". 

PRÉ-CANDIDATOS

Com o anúncio do deputado estadual Marçal Filho em não concorrer a prefeito, os deputados, José Carlos Barbosa e Renato Câmara também são nomes cotados para disputar a administração com a prefeita Délia Razuk (PTB). 

Vereadores da Câmara Municipal da cidade também pretendem concorrer ao cargo.

 
 

Felpuda


Candidato a vereador caiu em desgraça, pelo menos em um dos bairros de Campo Grande, ao promover comício em ginásio de esporte, com direito a ônibus lotados e espoucar de muitos fogos de artifício.

Aí dito-cujo foi alvo de muitas críticas, tanto pela zoeira causada, como por ter mandado às favas quaisquer cuidados na prevenção da Covid-19, ao promover grande aglomeração. Irresponsabilidade é pouco, hein?!