Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÕES 2020

PSL segue com dois candidatos à prefeito e chapa será decidida na Justiça

Presidente estadual do partido entrou com ação para destituir Trutis, escolhido na convenção municipal e referendado pelo diretório nacional para a disputa
15/09/2020 16:30 - Da Redação


Com um roteiro hollywoodiano, digno de Filmes como “Jogos Mortais”, a briga interna do PSL de Campo Grande teve mais uma reviravolta e chegou à cúpula do partido, em Brasília. Nesta terça-feira (15), o diretório nacional da legenda, por meio da assessoria de comunicação, reconheceu a convenção realizada no último domingo (13).

Além disso, o diretório ainda devolveu ao deputado federal Loester Trutis o comando da sigla na cidade. O imbróglio teve seu ápice após o parlamentar surpreender a todos ao anunciar sua candidatura a prefeito da Capital durante a reunião partidária. Até então, o nome indicado era do vereador Vinícius Siqueira, que pertencia ao Democratas e acabou mudando de legenda em abril para, especificamente, concorrer ao cargo de prefeito nas eleições deste ano.

Na segunda-feira (14), a presidente do partido em Mato Grosso do Sul, senadora Soraya Thronicke, destituiu o diretório encabeçado pelo deputado federal. No mesmo dia, a senadora anunciou que a legenda iria promover outra convenção, agendada para essa quarta-feira (16), último data para que as legendas realizem suas convenções e confirmem por meio de ata candidatos aos executivos municipais, bem como de vereadores.

A parlamentar insiste que Siqueira tinha sido escolhido após análises técnicas. No entanto, o PSL nacional ‘devolveu’ a presidência municipal a Trutis e confirmou que a convenção válida é a que definiu o nome do deputado como candidato a prefeito, ao lado de Lilian Durães, como candidata a vice-prefeita.

Ouvido pelo reportagem do Correio do Estado, Siqueira afirmou que não tem muito o que dizer sobre o caso, pois agora a decisão caberá à Justiça.”Não tem nada definido, por enquanto, pois a questão está ajuizada. Portanto, vamos aguardar”, explicou.

 

Efeito

 

Ainda no domingo, ao menos três candidatos a vereadores de Campo Grande, pelo PSL, retiraram suas candidaturas depois que a cúpula do partido trocou Siqueira por Trutis: Juliana Gaioso, Lucas dos Santos e Neil Brasil.

De acordo com Gaioso, sua decisão foi tomada após conversa com familiares. “Não seria justo, nem tanto com o Siqueira, mas sim com a população, que já estava encabeçando nossa campanha. Por esse motivo, eu retiro minha candidatura”, explicou.

 

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!