Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

CORONAVÍRUS

Sem prevenção contra vírus, apoiadores de Bolsonaro saem em carreata na Afonso Pena

Poucos manifestantes usavam máscaras e alguns estavam tomando tereré em grupos
15/03/2020 17:44 - Daiany Albuquerque, Yarima Mecchi


 

Sem a devida prevenção para evitar a contaminação do novo coronavírus (Covid-19) apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) saíram em carreata pela avenida Afonso Pena, por volta das 17h deste domingo (15). Conforme observado pela equipe do Correio do Estado, antes de sair, os veículos causaram congestionamento da Câmara Municipal até a Cidade do Natal, cerca de 2,8 quilômetros.

Além dos carros, grupo de pessoas a pé estavam posicionados em pontos da avenida como na sede do Ministério Público Federal (MPF), nos Parque das Nações Indígenas e do Paço Municipal. Em alguns grupos os manifestantes estavam tomando tereré, mesmo o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, pedindo para não compartilhar a bebida.  

Os manifestantes declaram apoio ao presidente Bolsonaro e pedem a saída de políticos do Congresso Nacional, além de criticarem o Supremo Tribunal Federal (STF). O engenheiro de 63 anos, Glauco Silva, destacou que o ato é uma forma de mostrar que a população está acompanhando o governo.  

“Muito importante que a gente tenha uma posição, não estou vindo pelo Bolsonaro, mas pelo que ele tem feito de bom pelo país. O STF é muita politicagem lá dentro. Essa é uma forma do povo mostrar que está vendo o que o STF está fazendo”, ressaltou.

O casal Irene Severino, de 74 anos, e Antônio Alves, de 82 anos, foram juntos a manifestação e ambos estavam usando máscaras, mas no queixo e não na boca como é recomendado pelo Ministério da Saúde.  

“Viemos para demonstrar o descontentamento com o Congresso e com o Supremo. Fora Maia, fora Temer, fora todos os ladrões de Brasília”, disse Irene se referindo ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o ex-presidente Michel Temer.  

 Antônio afirma que precisa ter mudança no processo seletivo para juízes e que eleições daqui a seis meses, mas eleições gerais e não municipais. “Tem que ter eleição para juiz também. Precisamos de eleição para renovar o Congresso”.  

A Polícia Militar não divulgou a expectativa de público na manifestação.  

 

 

Felpuda


Figurinha cuja eleição estava sub judice trabalha intensamente para ter a votação legalizada. Isso acontecendo, garante uma das cadeiras de vereador. Assim, quem hoje foi proclamado eleito vai para a fila da suplência.

Caso isso ocorra, a figurinha que corre o risco não deverá ficar desamparada, pois deixou secretaria municipal para disputar as eleições e poderá ter a cadeira de volta em 2021. Agora, resta esperar para ver onde vai parar.