Política
INTERIOR DE MS

Promotor de Justiça pede para cassar vereador que chamou MP de corrupto

Ataque ocorreu em discurso durante sessão na Câmara dos Vereadores de Água Clara

Celso Bejarano

04/07/2022 18:15

 

O promotor de Justiça da cidade de Água Clara (distância de 192 km de Campo Grande) Felipe Almeida Marques ingressou na Câmara dos Vereadores do município com pedido de cassação contra o vereador da cidade, Marcelo Batista de Araújo, o Marcelinho Carvoeiro, do PSD, por ele ter dito, em sessão, que o Ministério Público de Mato Grosso do Sul "é o mais corrupto do Brasil".

A declaração do parlamentar, captada em vídeo e exibido pela internet, é um tanto confusa.

Ele disse na sessão do dia 25 de abril passado, pouco mais de dois meses atrás:

“Tenho o orgulho de chegar aqui e dizer nobre vereador Alfredo [colega que ouvia a declaração de Marcelo Carvoeira], na história política de Água Clara, eu fui o único vereador que fiz uma denúncia no Gaeco, primeiro, e 'ranquei' o prefeito, e ele teve o gostinho de sair pra fora da prefeitura uma semana, e a vice se arrepende de não ter pegado posse hoje. A denúncia foi feita, o Ministério Público do Mato Grosso do Sul é o mais corrupto do Brasil. Agora é problema deles, a minha parte eu fiz”.

A reportagem tentou na tarde desta segunda-feira (4) contato com Marcelinho Carvoeiro para ver com ele o real motivo do ataque ao MP-MS e entender o foco narrativo. No entanto, não conseguiu. O assunto será retomado caso o vereador concorde em comentar o episódio.