Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPANHA

Vereadores pedem retorno do passe livre de idosos para diminuir abstenção nas eleições

Câmara aprova programa de conscientização e combate ao preconceito sobre a Síndrome de Down
01/10/2020 14:28 - Gabrielle Tavares, Glaucea Vaccari


Em campanha, vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande aprovaram várias moções de congratulações e três projetos de lei durante a sessão remota desta quinta-feira (1º).

Preocupados com as eleições, os parlamentares aproveitaram o uso da palavra para defender o desbloqueio do passe gratuito de idosos no transporte coletivo, que está suspenso desde março devido à pandemia do coronavírus.

Vereador Carlão demonstrou preocupação com o alto número de abstenções de idosos que pode ocorrer nas eleições devido a falta da gratuidade.

"O PSB está preocupado com o andamento da cidade, a abstenção não pode ser muito grande, o povo tem que escolher e a maioria absoluta tem que participar do pleito", disse.

O parlamentar afirmou ainda que a liberação precisa ser feita, e não quando faltar três dias para a votação. 

Verador Júnior Longo (PSDB) também defendeu a liberação de idosos no transporte coletivo sem pagar a tarifa.

"Não tem cabimento manter essa restrição onde um senhor aposentado, ganhando um salário mínimo, as vezes para ir fazer uma consulta, um exame, ir até o banco sacar o benefício, tem que pagar sua passagem", afirmou.

Vereador Valdir Gomes (PSD) afirmou que o prefeito Marcos Trad já está analisando a possibilidade do retorno do passe livre aos idosos.

"Acredito que semana que vem vai estar retornando os passes. Os próprios idosos que estão em casa sem sair, atrofiados, estão assinando a volta. O prefeito já vai dar solução tanto no passe quanto a volta bem trabalhada", garantiu.

Projetos

Vereadores aprovaram projeto de lei n. 9.769/20, proposto pelo vereador Carlão (PSB) e protocolado em nome da Casa, que institui o programa de conscientização e combate ao preconceito sobre a Síndrome de Down no município de Campo Grande.

A proposta pretende criar mecanismos junto aos órgãos municipais, principalmente da saúde e da educação, sobre conceitos técnicos e orientação para atendimento e integração dessa população.

Além disso, foi aprovado o projeto de lei n. 9.764/20, também proposto pelo vereador Carlão, que dispõe sobre a política municipal para a população em situação de rua da Capital.  

A medida vai desenvolver uma série de ações para acompanhar os moradores por longos períodos de tempo, e que consigam avaliar as necessidades do grupo efetivamente.

Em única discussão e votação, também foi aprovado o projeto de lei n. 9.867/20, de autoria do Poder Executivo, que cria o Fundo Municipal de Esporte e Lazer.  

Em razão a pandemia do coronavírus, as sessões estão sendo realizadas de maneira remota e podem ser acompanhados ao vivo pelo Facebook  e do Youtube da Câmara.

 
 

Felpuda


Falatório e atitude de membro da família acenderam a luz vermelha no “QG” de candidato, pois poderão causar muitos estragos. 

A tropa de choque de defensores do candidato a prefeito já foi colocada em campo e só falta falar que os genes de ambos são diferentes. 

E com relação ao dito-cujo, sabe-se que deverá ser orientado a “baixar a bola” nos próximos dias, mais precisamente até o término da campanha eleitoral.

Afinal...