Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

NIOAQUE

Vídeo: população 'corre' para frente de quartel visitado por Bolsonaro

Muitas pessoas se aglomeraram em frente a sede do 9º Grupo de Artilharia de Campanha, que recebeu o presidente nesta terça-feira
18/08/2020 17:42 - Nyelder Rodrigues


Sob aplausos, gritos de 'mito' e ovação, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi recebido nesta tarde de terça-feira (18) pela população de Nioaque, cidade onde fica o 9º Grupo de Artilharia de Campanha, local onde serviu ao Exército em seu início de carreira militar - Bolsonaro é capitão reformado.

Ele chegou de helicóptero e pousou dentro do quartel. Lá, foi recebido com uma salva de tiros de canhão e conversou com colegas dos tempos que serviu o Exército. Depois da visita ao seu local de trabalho na juventude, ele foi para a rua.

Do lado de fora do quartel, muitas pessoas foram receber Bolsonaro, como mostram os vídeos abaixo. Como é de praxe, o presidente foi até à população e andou entre eles, mesmo sem estar usando máscara e sem respeitar o distanciamento social - mesma regra descumprida por seus fãs na porta do quartel.

Veja abaixo as imagens da recepção popular dos nioaquenses à Jair Bolsonaro em sua primeira visita à cidade após ter sido eleito presidente da República - essa vinda ao Mato Grosso do Sul também contou com uma inauguração em Corumbá e também foi seu primeiro compromisso oficial no Estado como presidente.

 
Visita do presidente Jair Bolsonaro a Nioaque - Reprodução
 
Visita do presidente Jair Bolsonaro a Nioaque - Reprodução
 
Visita do presidente Jair Bolsonaro a Nioaque - Reprodução
 

Felpuda


As eleições do segundo turno, encerradas no domingo (29), descortinaram panorama de como será a briga eleitoral em 2022.

Os partidos das chamadas extremas direita e esquerda, no cômputo geral, tiveram o repúdio das pessoas nas urnas, que contrariaram, nos dias das votações, o dito popular de que na briga entre o rochedo e o mar quem apanha são os mariscos. Desta feita, decidiram escolher ficar em águas mais tranquilas pelos próximos quatro anos, evitando extremistas.