Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TRUQUES

Dicas para deixar o pão amanhecido fresquinho e macio novamente

Dicas para deixar o pão amanhecido fresquinho e macio novamente
30/07/2019 04:00 - TUDO GOSTOSO


Quem não adora um pão francês fresquinho, recém-saído do forno, macio por dentro e crocante por fora? Só de ler já dá água na boca, né? No entanto, esse tipo de pão pode logo ficar murcho e sem graça. Apesar de existirem receitas deliciosas para reaproveitar o pão amanhecido,como pudim de pão, nhoque e até pizza, às vezes tudo que a gente quer é comer um pão fresco.

Confira algumas dicas para deixar o pão amanhecido fresquinho e macio:

Armazenamento

Pode parecer bobagem, mas a maneira de guardar o pão faz toda a diferença! Muitas vezes deixamos o pão em algum prato, sem estar devidamente guardado ou coberto. Isso faz com que a umidade presente na massa evapore muito rapidamente, deixando-o duro e seco. Para o seu pão durar mais, guarde os pães franceses dentro de sacos plásticos limpos e bem amarrados. Dessa maneira, a umidade continua dentro do saco e os pães ficarão macios por mais tempo.

Forno: um poderoso aliado

Pode ser um pouco mais trabalhoso que usar o micro-ondas ou a sanduicheira, mas colocar os pães para assar no forno faz toda a diferença. O calor ajuda a restaurar um pouco da umidade dos pães, deixando-os macios por dentro e crocante por fora, além de, claro, deixá-los bem quentinhos. Mas fique sabendo: os pães que são requentados no forno precisam ser consumidos imediatamente, porque logo voltam a ficar duros.

Água: uma boa solução

A água ajuda a deixar o pão bem fresquinho! Respingue algumas gotas de água por todo o pão e coloque-o no forno por alguns minutos. Esse truque deve ser utilizado apenas quando a casca do pão estiver dura! Do contrário, o seu pão ficará molhado demais!

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!