Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RECEITA

Nhoque de abóbora com molho de gorgonzola

Nhoque de abóbora com molho de gorgonzola
01/11/2019 14:35 - Roberto Ravioli


 

INGREDIENTES

Nhoque 
600 g de abóbora japonesa 
1  1/4 colher (sopa)  de queijo parmesão ralado 
1 colher (sopa) de açúcar 
3/4 de xícara (100 g) de queijo roquefort picado
2  1/2 xícaras de farinha de trigo 
3 litros de água
1/2 maço de rúcula (150 g) em tirinhas
Queijo parmesão ralado, para gratinar
Sal a gosto

Molho
4 colheres (sopa) (60 g) de manteiga sem sal
4 colheres (sopa) de farinha de trigo
2 xícaras (480 ml) de leite 
1/4 de colher (chá) de noz-moscada ralada
1 xícara (150 g) de queijo gorgonzola picado
Sal e pimenta-do-reino branca moída na hora a gosto

MODO DE FAZER

Nhoque
1) Retire a casca da abóbora, corte em pedaços pequenos e leve ao micro-ondas por 15 minutos na potência alta. Quando amolecer, retire do micro-ondas e amasse com um garfo. 

2) Numa vasilha, junte a abóbora, o parmesão, 1/2 colher (chá) de sal, o açúcar e o roquefort e misture bem. 

3) Adicione a farinha, amasse, faça rolinhos e corte em pedacinhos (nhoque). 

4) Cozinhe os nhoques na água fervente com sal e retire-os com uma escumadeira tão logo subam à superfície.

5) Misture os nhoques ao molho, junte a rúcula, polvilhe o parmesão ralado e leve ao forno preaquecido a 200°C por 10 minutos para gratinar. 

Molho

6) Numa panela, derreta a manteiga em fogo baixo, junte a farinha, mexa rapidamente até formar uma massa lisa e deixe cozinhar por 2 minutos em fogo baixo, mexendo sempre.

7) Sem parar de mexer, adicione o leite aos pouquinhos.

8) Tempere com sal, pimenta e noz-moscada e deixe ferver por 2 minutos.

9) Então junte o gorgonzola e misture bem até derreter.

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?