Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PRATO QUENTE

Polpetone recheado com queijo

Este é um prato típico italiano feito com carne moída e alguns temperos, e para finalizar, é coberto com molho de tomate
24/10/2019 14:39 - DESTEMPERADOS


 

Ingredientes
Polpetone

500 g de carne moída 
250 g de muçarela para rechear
Cheiro verde (salsinha e cebolinha) a gosto
1 clara de ovo
Farinha de trigo para empanar
Sal e pimenta a gosto
Azeite ou óleo para fritar

Molho
1 cebola picada
1 dente de alho picado
1 lata de molho de tomate pelati
1 colher de sopa de azeite
4 folhas de manjericão
Sal a gosto
 

Modo de preparo
1) Em uma panela, coloque o azeite, a cebola e o alho e frite-os até ficarem dourados.

2) Acrescente o molho pelati e tempere com um pouco de sal e de pimenta. Misture e deixe cozinhar um pouco em fogo baixo. Depois que ferver, adicione as folhas de manjericão e deixe cozinhar por mais 5 minutos.

3) Em uma tigela, coloque a carne, a clara de ovo, tempere-a com sal, pimenta e coloque o cheiro verde. Misture bem para formar uma massa homogênea.

4) Abra essa massa em um formato redondo e recheie com o queijo.

5) Feche com cuidado, em formato de hambúrguer, mas mais alto. Empane com a farinha de trigo e retire o excesso.

6) Em uma frigideira quente, coloque um pouco de azeite e frite os polpetones dos dois lados.

7) Coloque uma parte do molho em uma assadeira ou refratário e adicione os polpetones por cima. Coloque o restante do molho.

8) Polvilhe queijo parmesão por cima e regue com azeite.

9) Leve ao forno em uma temperatura de 200°C por, aproximadamente, 20 minutos ou até ficar dourado.

Dica
Sirva acompanhado de uma massa como talharim ou fettuccine.

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?