Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SAÚDE

O poder de queima calórica da fruta purpura bacca

A fruta contém alta quantidade de antioxidantes que filtram as gorduras das células
02/09/2015 17:55 - DA REDAÇÃO


 

A Purpura Bacca, é uma fruta originária da América Central que contém uma alta quantidade de ORAC (antioxidantes que filtram as gorduras das células). Utilizar frutas como a Purpura Bacca e associações com frutas e chás amazonicos, para estimular a retirada de gordura, por meio de um processo de desintoxicação, permite que as taxas de colesterol e triglicerídeos diminuam, deste modo, o metabolismo é acelerado, permitindo a perda calórica de até 5 quilos em um mês.

Esta fruta em associação às frutas amazônicas como o Açaí, que por ter uma elevada quantidade de ferro, evita a anemia em pessoas obesas. Também a Pupunha com um nível elevado de vitamina A, que faz as células adiposas serem destruídas do organismo.

A Purpura Bacca em associações com as frutas e plantas amazônicas, dissolvem o LDL no fígado.

EFEITO IOIÓ

Hoje os nutrientes ganham cada vez mais adeptos na área da emagrecimento, pois como os remédios controlados para se perder peso, como as anfetaminas ou inibidores cerebrais que atuam no SNC (Sistema Nervoso Central), diminuem a ansiedade. Porém, quando o indivíduo deixar de ingeri-lo, os estímulos se multiplicam, aumentando a compulsão alimentar e levando a uma dependência química perigosa, principalmente quando tomados concomitantemente, com o uso do álcool ou outra droga. A maior resistência por parte das pessoas obesas, é reconhecer tais riscos.

Outro fator importante é a retenção de liquido, ficando com os pés inchados à noite, daí a ação de algumas plantas entre elas o Taraxacum dens leones, que elimina o excesso de acido úrico dos rins, este ácido quando está acima de 7 em 100ml no sangue, promove a formação de cálculos renais.

Para muitos cientistas, o ideal é proporcionar o emagrecimento ou perda de peso de uma forma não-invasiva, gradativamente pois o organismo não levou algumas horas para acumular gorduras.

É a proposta, do Núcleo de Ciências da Amazônia, com o uso de plantas e frutas nativas da floresta amazônica, para perda de peso.

Felpuda


Sem conseguir controlar a verborragia, figurinha estreante no mundo político-partidário, e que se acha “o último biscoito do pacote”, acabou batendo de frente com titãs da política. Primeiro perdeu os anéis e, agora, os dedos correm sérios riscos. Anda “ameaçando” deixar o lugar onde se encontra, só que por lá vem ouvindo frases como “se é por falta de adeus...”, “os incomodados que se mudem” e “não fará nenhuma falta”.

Como se vê...