Clique aqui e veja as últimas notícias!

LANÇAMENTO

A Honda anuncia a chegada da linha 2021 do City, com algumas pequenas mudanças

Na nova linha do sedã compacto, a montadora preserva o design e incrementa discretamente os itens de série
16/11/2020 14:07 - Daniel Dias/AutoMotrix


Sem mudanças no estilo, a Honda anuncia a chegada da linha 2021 do sedã compacto City. Todas as versões passam a trazer, de série, faróis com regulagem elétrica de altura e sensor crepuscular. A EXL, configuração topo de linha, ganha retrovisor interno fotocrômico. Tanto a EXL quanto a EX recebem bolsa porta-revistas atrás do banco do motorista, item já existente no do passageiro da frente. Para muita gente, desde seu lançamento no Brasil, em 2009, o sedã compacto, atualmente em sua sexta geração, sempre se colocou como um rival do próprio “irmão” de fábrica Civic, pelo design e até pelo nome muito similar. Neste ano, porém, os dois modelos da Honda fixaram os números de vendas “nos seus lugares de direito”, com o sedã médio tendo 15.229 unidades emplacadas até outubro e a vigésima sétima posição no ranking geral e o compacto com 5.631 e o quadragésimo sexto lugar.

Toda a linha City permanece equipada com o motor 1.5 i-VTEC FlexOne, com controle eletrônico variável de sincronização e abertura de válvulas. Segundo a engenharia da Honda, a tecnologia i-VTEC varia o tempo e a profundidade de abertura das válvulas para obter a máxima eficiência em diferentes regimes de rotação, oferecendo bom desempenho e economia de combustível. Com etanol, esse propulsor gera 116 cavalos de potência a 6 mil rotações por minuto e 15,3 kgfm de torque a 4.800 rpm - quando abastecido com gasolina, são 115 cavalos a 6 mil rpm e 15,2 kgfm na mesma rotação. As versões Personal, LX, EX e EXL trazem a transmissão CVT com conversor de torque, melhorando a força de tração em baixas velocidades e proporcionando uma resposta mais rápida, aceleração linear e mais baixo consumo de combustível. A EX e EXL têm ainda simulação de sete marchas por meio de “paddles shifts” localizados atrás do volante. A DX tem transmissão manual de 5 marchas.

O City traz a carroceria com tecnologia ACE (Advanced Compatibility Engineering), projetada para distribuir de maneira uniforme a energia de um impacto, reduzindo a força transferida para a cabine. Ela também dispersa de forma igual a força para outros veículos envolvidos em uma colisão. Além dos dois airbags frontais obrigatórios, a EX conta com dois laterais. A EXL tem ainda as bolsas de segurança infláveis laterais do tipo cortina, totalizando seis airbags. Todas as versões trazem de série freios ABS com EBD, cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes e sistema Isofix de fixação de cadeirinha infantil.