Clique aqui e veja as últimas notícias!

MOTOMAIS

Confira as dicas e novidades semanais sobre motos no Brasil e no mundo

Semanalmente a coluna acompanha as notícias em destaque no meio automotivo
19/07/2021 09:50 - Edmundo Dantas/AutoMotrix


Custom em três versões

A Royal Enfield traz para o Brasil a Meteor 350. A nova cruiser da marca indiana faz referência ao modelo de 1952, de mesmo nome, e carrega um design atemporal. 

O modelo chega em três versões: a de entrada Fireball, a intermediária Stellar e a “top” Supernova. “O desenvolvimento e o refinamento do projeto da Meteor resultaram em uma motocicleta moderna e de primeira classe, seja para cidade ou para estrada”, explica Claudio Giusti, diretor-executivo da Royal Enfield no Brasil. 

Com o lançamento, a líder global no segmento de média cilindrada (250 cc a 750 cc) inicia um novo capítulo e busca alcançar um espaço ainda mais significativo da marca no Brasil. 

“Nada melhor que começar uma fase de inovação e aprimoramento em uma jornada de cento e vinte anos, com um motor concebido do zero com base em durabilidade, conforto e suavidade na operação e que compõe um novo patamar de tecnologia, estilo e design”, reforça Giusti. 

Além do novo e exclusivo motor monocilíndrico de 350 cc, com 2,75 kgfm de torque, a Meteor traz outras inovações para a linha Royal Enield, como a opção de para-brisa e aprimoramentos mecânicos. 

Todas as opções saem de fábrica com rodas de liga leve e pneus sem câmara 100/90 com aro 19 na parte dianteira e um 140/70 com aro 17 na traseira. 

O preço da Meteor Fireball é de R$ 17.990, a Stellar sai por R$ 18.490 e a Supernova custa R$ 18.990. Os preços não incluem frete.

Viés de alta

No primeiro semestre de 2021, as fabricantes de motocicletas instaladas no Polo Industrial de Manaus produziram 568.863 unidades. Segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), o volume é 45% superior às 392.217 motocicletas produzidas no mesmo período do ano passado. 

Ainda de acordo com levantamento da Abraciclo, é o melhor resultado para o semestre desde 2015, quando fechou com 697.540 motocicletas fabricadas. Em junho, 105.450 unidades saíram das linhas instaladas no Polo de Manaus, o que representa alta de 1,6% na comparação com maio (103.792 e de 35% em relação ao mesmo mês de 2020 (78.130). 

“Ainda estamos trabalhando para atender à demanda reprimida resultada da pandemia. Todas as unidades fabris trabalham para recuperar parte do atraso registrado no primeiro bimestre devido à crise sanitária enfrentada pela cidade de Manaus. A entrega de modelos de média e alta cilindrada já está regularizada. Já as motocicletas de baixa cilindrada e scooters ainda têm fila de espera e os consumidores precisam esperar um pouco mais”, revela Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

Leia as últimas notícias