Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CARMAIS

Confira as dicas e novidades semanais sobre automóveis no Brasil e no mundo

A Volkswagen faz a apresentação mundial do ID.4, seu primeiro SUV totalmente elétrico
30/09/2020 16:31 - Daniel Dias/AutoMotrix


Tomada global

O ID.4, o primeiro SUV da Volkswagen totalmente elétrico, fez sua estreia mundial. Com zero de emissões e produzido com um saldo neutro em carbono, o carro estará no segmento de maior crescimento global, o de utilitários esportivos. “Como o nosso primeiro carro elétrico global, esse modelo lançará nossa plataforma elétrica modular que foi desenvolvida especificamente para a mobilidade elétrica em todo o mundo. A Volkswagen está, portanto, mais uma vez demonstrando seu papel de liderança em inovação, tecnologia e qualidade no mercado de alto volume”, comemorou Ralf Brandstatter, CEO da Volkswagen. Segundo a marca alemã, o ID.4 é versátil e pode ser conduzido de maneira esportiva ou no modo fácil e confortável. A bateria armazena até 77 kWh de energia e permite alcances de até 520 quilômetros (WLTP). Ela é instalada embaixo do espaço destinado aos passageiros, garantindo um baixo centro de gravidade. O motor elétrico, posicionado no eixo traseiro, gera 150 kW (204 cavalos), suficiente para acelerar o carro de zero a 100 km/h em 8,5 segundos e atingir a velocidade máxima de 160 km/h. Graças à tração das rodas traseiras e aos 21 centímetros de distância em relação ao solo, o e-SUV também tem um bom desempenho no off-road. O ID.4 será transformado aos poucos em um carro elétrico global, com planos de produção e comercialização não apenas na Europa, como na China, posteriormente, nos Estados Unidos, e se espalhando para os principais mercados, incluindo o brasileiro. No total, a marca Volkswagen investirá 11 bilhões de euros (mais de R$ 70 bilhões) em mobilidade elétrica até 2024 como parte da estratégia “Transform 2025+”.

Sem fio  

Além do lançamento das versões RS e Midnight, a Chevrolet promove a estreia do conceito de “Carro Sem Fio”. O multimídia MyLink conta agora com projeção sem cabo e o carregamento do celular poder ser feito por indução. O pacote de conectividade do Onix Premier e do Onix Plus Premier passa ainda pelo Wi-Fi nativo, pela telemática OnStar e pelo aplicativo myChevrolet app. “A projeção sem fio é mais um passo importante dentro dessa estratégia e traz mais praticidade para o dia a dia. A versão Premier foca no consumidor que busca o máximo em tecnologia no segmento”, explica Rodrigo Fioco, diretor de Marketing de Produto da GM América do Sul. O diferencial da tecnologia de projeção sem fio da Chevrolet é que a transmissão é feita por meio do Wi-Fi do veículo, garantindo maior fluxo de dados. O sistema é compatível com Android Auto e Apple CarPlay e é capaz de projetar aplicativos como o Waze, Spotify e WhatsApp diretamente na tela do painel. Para maior segurança, os apps podem ser operados por comando de voz. Os modelos com essas tecnologias chegam às concessionárias a partir de outubro.

Por uma estrada especial  

Para celebrar o sucesso comercial da nova Strada, a Fiat apresenta sua série Opening Edition da picape compacta totalmente reestilizada neste ano. Trata-se de uma série limitada e numerada em duzentas e cinquenta unidades na cor Branco Alaska, trazendo itens exclusivos que tornam a picape líder de seu segmento há vinte anos ainda mais diferenciada. “A nova Strada Opening Edition foi feita para colecionadores, pensada e desenvolvida nos mínimos detalhes para marcar esse momento histórico. Depois de emplacarmos 6.564 unidades em julho, chegamos a 8.689 modelos comercializados em agosto, colocando a picape como o segundo veículo mais vendido do Brasil. Com a série limitada, oferecemos uma configuração para clientes que desejam ter um veículo mais especial”, afirma Herlander Zola, diretor do Brand Fiat e Operações Comerciais Brasil. Com base na versão topo de linha Volcano, a Opening Edition destaca os faróis de led afilados com luzes DRL, o “skidplate” grafite na dianteira e nas barras de teto na mesma cor, rodas de liga leve de 16 polegadas com acabamento diamantado, estribos laterais, retrovisores em preto brilhante, badges e adesivos e soleiras em vinil alusivos à série limitada. A traseira é completada por um engate de reboque e a caçamba tem um exclusivo divisor de carga, com o adesivo “Opening Edition” ilustrando a tampa. O modelo é equipado com o motor 1.3 Firefly de quatro cilindros, com 109 cavalos de potência a 6.250 rpm e 14,2 kgfm de torque (etanol). Outro grande destaque é a nova central multimídia UConnect de 7 polegadas. A Strada Opening Edition tem garantia de fábrica de três anos e preço sugerido de R$ 92.290.

Argolas por assinatura  

A Audi do Brasil dá início em um projeto-piloto inovador de carro por assinatura chamado “Audi Luxury Signature”, inédito no segmento de veículos premium. Assim como diversos serviços já estabelecidos no mercado, como os de filmes, séries e músicas, o objetivo é oferecer ao cliente a possibilidade de assinar um serviço pelo qual poderá usufruir de um veículo Audi com até dois mil quilômetros para rodar por mês, seguro, IPVA, licenciamento, assistência vinte e quatro horas e manutenção preventiva – como opcional, é possível adicionar blindagem. Na primeira fase, o “Audi Luxury Signature” será promovido na cidade de São Paulo e respectiva Região Metropolitana e terá vinte unidades à disposição dos clientes. O projeto-piloto é desenvolvido em parceria com a Fleet Solutions, empresa do Grupo Volkswagen que atua na terceirização e gestão de frotas, e terá quatro meses de duração, de setembro a dezembro, período no qual o modelo de negócios será avaliado pelas perspectivas do cliente, da concessionária e da montadora. Os planos variam de acordo com o modelo desejado e terão duração mínima de dois anos. Dentre as vinte unidades estão disponíveis dois A6 Sedan, dois A7 Sportback, oito SUVs Q8 e oito Audi e-Tron SUV, o primeiro veículo 100% elétrico da marca no Brasil. Os valores de assinatura por mês partem de R$ 9.590 para o A6, de R$ 9.990 para o e-Tron Performance, de R$ 10.590 para o e-Tron Performance Black, de R$ 10.990 para o A7, de R$ 12.590 para o Q8 Performance e de R$ 13.290 para o Q8 Performance Black. Após a conclusão do projeto-piloto, a Audi do Brasil fará a análise de todas as informações para estabelecer os próximos passos do programa de carro por assinatura.

Manobrista do futuro

Já imaginou deixar o carro na porta da garagem e ele estacionar sozinho, e na hora de sair, o veículo também vir automaticamente ao seu encontro, por um comando no celular? Esse é o projeto que a Ford e a Bosch estão demonstrando em Detroit, nos Estados Unidos, em parceria com o condomínio Bedrock’s Assembly Garage. A demonstração é feita no bairro de Corktown, onde a Ford está construindo um novo centro de inovação em mobilidade, na antiga estação central ferroviária de Michigan. É a primeira solução de estacionamento com manobrista automatizado baseada em infraestrutura nos Estados Unidos. “Estamos continuamente em busca de oportunidades para expandir nosso conjunto de tecnologias de assistência ao motorista Ford Co-Pilot360, que ajudam as pessoas a dirigir com mais confiança”, conta Ken Washington, diretor de Tecnologia da Ford. Os carros de teste operam por comunicação veículo-infraestrutura (V2I) usando a tecnologia inteligente da Bosch. Um conjunto sofisticado de sensores na infraestrutura reconhece e localiza o veículo e orienta a sua manobra de estacionamento, podendo pará-lo imediatamente se detectar algo no caminho. Ao chegar na garagem, o motorista deixa o carro em uma área designada e usa um aplicativo no smartphone para o seu estacionamento, assim como para a sua retirada. Com essa solução, os proprietários de garagens podem acomodar até 20% mais veículos no mesmo espaço. Eles ainda podem ser dirigidos para áreas de serviços dentro da garagem, como recarga elétrica ou lavagem.

Fera elétrica  

A Peugeot Sport Engineered é a divisão de alta performance da marca do Leão. A operação pretende estabelecer um novo tipo de atuação construindo máquinas com energia elétrica que criem novas sensações e experiências de direção. “Estamos abrindo o caminho para uma nova era em que o quilowatt será rei e poderá fornecer níveis sem precedentes de potência e torque para a produção de série da Peugeot. Não seguimos nenhum caminho pré-definido, nem uma trilha batida. Somos guiados por nossa herança, nossa paixão e nosso ‘know-how’. Devemos aprender a reaprender, reiniciar o medidor, dominar novas tecnologias e conquistar novos territórios”, comunica o “mantra” da divisão. Como prova material, a Peugeot Sport Engineered apresenta o 508 Hybrid, o novo plug-in que estará disponível para encomenda já a partir da metade de outubro na Europa. O “powertrain” conjuga o motor 1.6 turbo a gasolina de 200 cavalos e 31 kgfm de torque, associado à transmissão automática de 8 velocidades, com um elétrico dianteiro de 110 cavalos e 33 kgfm e outro elétrico traseiro de 113 cavalos e 17 kgfm, garantindo tração integral e um rendimento combinado de 360 cavalos e 53 kgfm de torque. Conforme a Peugeot Sport Engineered, os 1.875 quilos do sedã podem acelerar de zero a 100 km/h em apenas 5,2 segundos e chegar à máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente.

Segurança para quem precisa  

Líder mundial no desenvolvimento de tecnologias e serviços, a Bosch sempre se preocupou em oferecer soluções que visam tornar as estradas e ruas mais seguras. Durante a Semana Nacional do Trânsito, no final de setembro, a empresa reforçou a importância de sistemas como a Frenagem Automática de Emergência (AEB) tanto para reduzir colisões traseiras quanto para proteger pedestres e ciclistas, que estão entre os públicos mais vulneráveis no trânsito urbano. De acordo com dados do Conselho Federal de Medicina, a cada uma hora, cinco pessoas morrem em acidentes de trânsito no Brasil. De 2009 a 2019, foram registradas mais de 1,6 milhão de vítimas graves no país. Conforme o Observatório Nacional de Segurança Viária, 90% dos acidentes ocorreram por falha humana. A falta de atenção ao dirigir, mesmo por um instante, pode gerar sérias consequências. Com isso, o AEB é um sistema de assistência ao condutor que pode evitar as colisões traseiras e atropelamentos ou, ao menos, atenuar o impacto desses acidentes. Os veículos podem sair de fábrica com configurações da Frenagem Automática de Emergência voltada para carros parados, em movimento e para atuar junto aos usuários vulneráveis como pedestres e ciclistas. Usualmente, o sistema funciona com velocidades de 10 km/h a 80 km/h, podendo variar conforme especificações da montadora ou modelo de veículo. Em todos os casos, o radar ou a câmera de vídeo frontal detecta o risco de colisão e alerta o motorista. Caso o condutor não reaja à situação a tempo ou adequadamente, a frenagem automática é executada.  

 
 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...