Veículos
COLUNA CARMAIS

Confira as novidades semanais sobre automóveis no Brasil e no mundo

Semanalmente a coluna acompanha as notícias em destaque no meio automotivo

Daniel Dias/AutoMotrix

09/02/2022 14:45

Tombo confirmado

A venda de carros de passeio e comerciais leves despencou no primeiro mês do ano. Algo que já era esperado, pela baixa produção de veículos por falta de equipamentos, especialmente de semicondutores, e pela longa fila de espera dos clientes. Segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), foram emplacadas 116.601 unidades dos dois segmentos em janeiro, representando baixa de 39,7% ante dezembro de 2021 e de 28,2% sobre o mesmo mês do ano passado. 

A Fiat Strada – líder de vendas em 2021 – manteve mesmo o primeiro lugar em janeiro, com 6.716 emplacamentos. Durante o ano passado, ela teve média mensal de 9.092 unidades vendidas. 

A picape compacta foi seguida pelo Hyundai HB20, com 5.634 vendas, pelo Chevrolet Onix (5.205), pelos Jeep Renegade, que teve mais um imagem divulgada de sua nova geração com lançamento previsto para esta semana, com 4.999, e Compass (4.905), pelo Hyundai Creta (4.175), pelos Volkswagen T-Cross (3.761) e Gol (3.435), pelo Onix Plus sedã (3.431) e pela Fiat Toro (3.293). 

Mantendo a tendência, quatro modelos entre os dez primeiros foram de SUVs, três de hatches compactos, duas picapes e um sedã compacto. Já a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) anunciou que a produção em janeiro, de 145,4 mil unidades, foi 27,4% inferior à do mesmo mês de 2021. Em comparação a dezembro, a queda foi de 31,1%.

Novo integrante

No primeiro mês de vendas do novo ano, o “top ten” entre as fabricantes teve uma nova integrante, ausente do ranking há muito tempo. Trata-se da Peugeot, pertencente à Stellantis, com a nona colocação, tendo vendido 4.083 veículos nos segmentos de carros de passeio e comerciais leves e garantindo uma participação de mercado de 3,5%. Com isso, a Caoa Chery caiu para décimo primeiro. 

A Fiat continuou em primeiro nos dois segmentos em janeiro, com 23.299 emplacamentos e 19,9% de “market share”, à frente da General Motors (13.104 e 11,24%), praticamente empatada com a Volkswagen (13.082 e 11,22%), da Hyundai (12.581 e 10,7%), da Jeep (11.352 e 9,7%), da Toyota (9.980 e 8,5%) – a marca oriental não tem representante entre os dez primeiros mas vende muito bem sua picape média Hilux e os Corolla sedã e Cross –, da Renault (8.528 e 7,3%), da Honda (4.728 e 3,5%) e da Nissan na décima posição, com 3.469 emplacamentos e 2,9% de “share”. 

A Caoa Chery teve 3.131 vendas e 2,6% de participação.