Clique aqui e veja as últimas notícias!

CARMAIS

Confira as dicas e novidades semanais sobre automóveis no Brasil e no mundo

Semanalmente a coluna acompanha as notícias em destaque no meio automotivo
15/07/2021 14:40 - Daniel Dias/AutoMotrix


Novos bávaros

Depois da pré-venda finalizada, a BMW dá início às entregas dos novos M340i xDrive (R$ 542.950) e M440i Coupé (R$ 575.950), ambos já disponíveis na rede de concessionárias. 

Os dois modelos contam com o motor de seis cilindros em linha TwinPower Turbo com 387 cavalos de potência de 5.800 a 6.500 rpm, 50,5 kgfm de torque a 5 mil giros e velocidade final de 250 km/h, com aceleração de zero a 100 km/h em 4,4 segundos. 

Os modelos contam com Diferencial M Sport, conjunto aerodinâmico aperfeiçoado, suspensão M Sport (incluindo direção esportiva variável e freios M Sport), bancos esportivos com ajustes elétricos e de memória e transmissão ZF de 8 velocidades. 

No interior, têm sistema de som Surround Harman Kardon com dezesseis alto-falantes de 464W de potência, BMW ConnectedDrive, que fornece serviços como Chamada de Emergência Inteligente, aviso de manutenção por telemetria, navegação com informação de trânsito em tempo real, concierge vinte e quatro horas, portais de notícias, clima, aplicativos e serviços remotos. 

Ainda é possível utilizar aplicativos de smartphones com a preparação para Apple CarPlay e Android Auto. 

Difíceis projeções

O fechamento do primeiro semestre de 2021 foi um pouco aquém do que previa a indústria automotiva, muito em função da crise global de fornecimento de semicondutores, materiais usados em todos os componentes eletrônicos dos veículos. 

De acordo com os números da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), 1.148,5 mil unidades deixaram as linhas de montagem de janeiro a junho, 57,5% a mais em relação ao mesmo período de 2020. 

Em uma comparação mais justa, com o primeiro semestre de 2019 (antes da pandemia), houve uma retração de mais de 300 mil unidades, ou 22%. 

“Estimamos que a falta de semicondutores tenha impedido que algo entre 100 mil e 120 mil veículos fossem produzidos no primeiro semestre. Esse problema afeta todos os países produtores e tem impedido a plena retomada do setor automotivo”, explicou Luiz Carlos Moraes, presidente da Anfavea. 

Por outro lado, as exportações foram revisadas de 353 mil para 389 mil na expectativa do ano, uma esperada alta de 20% sobre 2020, melhor que a elevação de 9% inicialmente projetada. 

“Nunca foi tão difícil de se fazer projeções no Brasil”, desabafou o Moraes.

Leia as últimas notícias