Veículos
COLUNA CARMAIS

Confira as novidades semanais sobre automóveis no Brasil e no mundo

Semanalmente a coluna acompanha as notícias em destaque no meio automotivo

Daniel Dias/AutoMotrix

26/05/2022 15:08

Fase híbrida  

A Toyota aumenta a sua oferta de veículos eletrificados no Brasil com a linha RAV4 2022, com atualizações no sistema de segurança e no design. Disponível na versão SX Connect Hybrid, o SUV é equipado com motor 2.5L DOHC de quatro cilindros, que somado a um elétrico é capaz de gerar 222 cavalos de potência. 

O RAV4 SX Connected Hybrid já está nas concessionárias do país com preço de R$ 301.140. A partir de agora, o RAV4 passa a contar de série com os alertas de ponto cego, de tráfego traseiro e para utilização dos cintos de segurança traseiros. 

No quesito do sistema de segurança ativa TTS, a pré-colisão frontal passa a detectar também pedestres e ciclistas com frenagem automática de emergência. 

Fazem parte do pacote TSS o Controle de Cruzeiro Adaptativo (ACC), o sistema de alerta de mudança de faixa com condução assistida e o farol alto automático. 

O híbrido da Toyota oferece infoentretenimento por meio do sistema de multimídia com tela de resolução HD de 7 polegadas, com rádio AM/FM, função MP3, entrada USB e conexão para smartphones e tablets com espelhamento para Android Auto ou Apple CarPlay. Já o computador de bordo tem tela de TFT colorida de 7 polegadas.

Luz verde para os elétricos  

Um projeto de Lei que tramita no Senado Federal propõe zerar o imposto de importação dos veículos elétricos e híbridos até dezembro de 2025. 

Essa é a primeira “luz no fim do túnel” para o futuro dos carros “verdes” no Brasil. 

Atualmente, o 100% elétrico mais vendido no país, o Nissan Leaf, custa R$ 297.990, enquanto o mais barato, o anunciado Renault Kwid, sairá por R$ 142.990. 

Um levantamento da BloombergNEF, feito em 2021, apontou que veículos elétricos ou híbridos poderão custar menos em comparação a sua versão a combustão no Brasil até 2027. 

“Por mais que tenhamos uma diminuição nos impostos no produto final, que é uma ação muito bem-vinda, ainda precisamos nos atentar ao mercado. Vivemos uma crise de semicondutores que afeta diretamente essa indústria”, ressalta Fábio Pizzamiglio, diretor da Efficienza Importação e Exportação. 

Segundo dados da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), somente no primeiro trimestre deste ano, houve aumento de 115% na venda de automóveis elétricos no país. 

“A maior parte desses veículos é fruto de importação. Ainda não temos a fabricação massiva desse tipo de automóvel no país. Por esse motivo, a medida de forma emergencial que está no Senado pode ser algo essencial para o crescimento do setor”, acrescenta Pizzamiglio.