Clique aqui e veja as últimas notícias!

QUARTA GERAÇÃO

A Ducati inicia a produção da aventureira Multistrada V4, com a missão de ser uma das motos mais seguras do mundo

Esta será a primeira moto do mundo equipada com dois radares, um dianteiro e um traseiro
20/10/2020 14:10 - Aldo Tizzani, Automotrix, Minuto Motor


A nova Multistrada V4, que trocou o tradicional motor dois cilindros em “L” pelo “V4” – com cerca de 170 cavalos de potência máxima – começa a ser produzida em Borgo Panigale, na Itália, e tem sua apresentação mundial agendada para o dia 4 de novembro. Além do potente propulsor, a quarta geração da “adventure tourer” da Ducati teve sua ciclística renovada e ganhou mais eletrônica embarcada, com destaque para um pacote tecnológico desenvolvido em parceria com a Bosch. A moto será a primeira do mundo a adotar dois radares, um dianteiro e um traseiro, para monitorar seu deslocamento dinâmico e dos outros veículos. A missão da Ducati é fazer da Multistrada V4 uma das motos mais seguras do mundo.

O desenvolvimento do sistema contou ainda com a cooperação do departamento de Eletrônica, Informação e Bioengenharia do Politécnico de Milão. Com o tamanho de uma câmera GoPro, cada radar instalado na nova Multistrada V4 pesa apenas 190 gramas. A novidade vem sendo testada desde 2016, com o objetivo de adaptar a tecnologia originária dos automóveis para o mundo das motocicletas. 

A Ducati revela algumas particularidades do sistema: o radar posicionado na dianteira contará com controle de cruzeiro adaptativo. Ou seja, a uma velocidade entre os 30 e os 160 km/h, a moto controlará eletronicamente aceleração e frenagem para manter uma distância segura dos outros veículos. Já o radar traseiro detectará objetos em pontos cegos e alertará sobre a aproximação de outros veículos em alta velocidade. Os avisos poderão ser acompanhados de duas formas: pela tela TFT do painel instrumentos – que mais parece um tablet – ou por sinais sonoros. 

A princípio, espera-se que o motor da Multistrada V4 seja derivado do utilizado por sua “prima-irmã” superesportiva Panigale V4, com modificações para oferecer uma melhor experiência de pilotagem. Mas a Ducati deixou dúvidas ao afirmar recentemente que desenvolveu um novo motor V4 leve e compacto para atender às necessidades de uso “aventureiro”. Além de avisar que o novo V4 será mais compacto e leve em relação ao atual V2, a marca italiana garante um motor com intervalo de manutenção nunca visto no mercado de motos. Mais detalhes sobre a motorização da nova Multistrada V4 deverão ser confirmados antes do lançamento na Europa, em novembro. No Brasil, a nova aventureira da Ducati só deve desembarcar em 2022 ou 2023.