Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

NOVIDADE

A Fiat promove alterações na linha 2021 do subcompacto aventureiro Mobi

A nova versão "top" Trekking se junta à Easy e à Like, e parte de R$ 47.390
27/10/2020 13:49 - Daniel Dias/AutoMotrix


O Fiat Mobi é um subcompacto derivado do Uno de segunda geração e foi lançado em 2016 para ser o rival do Volkswagen Up. Vendeu cerca de 215 mil unidades desde sua estreia e, apesar da pandemia, está entre os modelos que menos perderam emplacamentos em 2020. Em setembro, foram 5.447 unidades, que lhe deram a décima segunda colocação entre os carros mais vendidos do país. No acumulado dos nove primeiros meses do ano, ocupa a décima sexta posição, com 30.2286 unidades vendidas – muito à frente do rival da Volkswagen, que teve apenas 6.507 unidades negociadas no mesmo período. Para a linha 2021, o menor modelo da Fiat acaba de receber pequenas alterações e ganhou uma nova versão, a Trekking. Agora, parte de R$ 38.990 na configuração de entrada Easy, de R$ 46.490 na intermediária Like e de R$ 47.390 na “top” Trekking.  

Com as alterações da nova gama, a Fiat acredita que atenderá melhor às necessidades e aos pedidos dos clientes. A nova versão Trekking se junta à Easy e à Like para oferecer ao consumidor uma solução de mobilidade urbana mais charmosa e com um estilo aventureiro. Depois da nova Strada e do hatch Argo, é a vez do Mobi se alinhar ao movimento de Rebranding de Fiat. Assim, o modelo recebeu o logo Script e a Fiat Flag (a bandeira italiana estilizada junto ao lado esquerdo da grade frontal), que conferem nova personalidade ao veículo.

O Mobi 2021 leva também para seu interior a nova identidade da marca. O logo Script está no centro do volante e na chave. Já a “Fiat” está no revestimento do câmbio, deixando clara a “italianidade” da fabricante. A renovação visual do Mobi se revela em linhas mais modernas no para-choque dianteiro, nas molduras de caixa das rodas, na pintura lateral inferior e nas calotas para a versão Like. A sensação de robustez do modelo é ampliada com a altura livre em relação ao solo entre os eixos, agora de 19 centímetros, e o maior ângulo de entrada (o da frente) da categoria, com 24 graus, permitindo a transposição com mais desenvoltura de obstáculos como valetas, lombadas e buracos que o asfalto ruim das grandes cidades brasileiras apresenta.

 
 

A nova configuração topo de linha Trekking conta com dose extra de irreverência e jovialidade. Ela incorpora as mudanças da versão Like e investe em estilo e funcionalidade, como nas barras longitudinais de teto, que ampliam a altura e deixam o carro mais imponente, no teto bicolor com logo alusivo à versão e adesivo no capô, ambos itens exclusivos, nas calotas escurecidas com desenho próprio ou rodas de liga leve de 14 polegadas, nos retrovisores com pintura “black piano”, nas faixas laterais e maçanetas pintadas na cor do veículo, nos novos tecidos com costura laranja e no novo adesivo na tampa traseira e identificação da versão.  

A linha 2021 do Mobi traz o “carrinho” mais conectado, com a nova geração da central multimídia UConnect 7’’, que já equipa as picapes Strada e Toro, com tela sensível ao toque de 7 polegadas, recursos importantes como Apple CarPlay e Android Auto com projeção sem fio (wireless), podendo parear dois smartphones ao mesmo momento. Desenvolvida no país, a central é intuitiva, funcional e amigável, melhorando a experiência do usuário com o veículo, por meio das funções navegação via Waze e Google Maps, música (Streaming/MP3), reconhecimento de voz (Siri/Google Voice), leitura e resposta de mensagem “handsfree” para SMS e WhatsApp e integração com calendário.

A tela é personalizável, exibe controle de todas as funções do veículo, tem baixo reflexo diurno e brilho ajustável. O sistema dá suporte a múltiplas conexões via Bluetooth e conta com computador de bordo. Há ainda uma segunda porta USB à disposição dos passageiros. A central multimídia é um equipamento opcional nas versões Like e Trekking. O pacote acrescenta quatro alto-falantes, dois tweeters e volante multifuncional. O consumidor pode optar pelo Pack Fit In na Like, composto por ajuste de altura do volante, do cinto de segurança e do banco do motorista e abertura interna da tampa de combustível. Para se ajustar à preferência do cliente, a configuração Trekking traz exclusivamente outros dois pacotes de opcionais: Style – rodas de liga leve de 14 polegadas e faróis de neblina – e One – espelhos elétricos com função tilt down, sensor de estacionamento traseiro, ajuste de altura do volante, do cinto de segurança e do banco do motorista e abertura interna da tampa de combustível.

Com apenas 907 quilos de peso, é um dos carros mais leves do Brasil, o que traz benefícios tanto na economia de combustível quanto no desempenho. Na prática, o compacto da Fiat tem preços competitivos, manutenção simples e com custos baixos. Com motor Fire Evo Flex 1.0, de até 75 cavalos de potência a 6.250 rotações por minuto (com etanol) e 9,9 kgfm de torque a 3.850 giros, associado ao câmbio manual de 5 marchas, o modelo ganhou selo A no Inmetro, que aferiu 11,9 km/l com gasolina na cidade e de 13,3 km/l na estrada e de 8,4 km/h na cidade e de 9,2 km/l na estrada abastecido com etanol. Segundo a Fiat, o Mobi pode acelerar de zero a 100 km/h em 13,8 segundos e atingir a velocidade de 154 km/h.

 

Felpuda


Tropas de choque ligadas a alguns vereadores estão agitadas que só nas redes sociais na tentativa de desbancar a concorrência das “chefias” que querem porque querem. Querem a cadeira maior da Câmara Municipal de Campo Grande. A da presidência.

Segundo políticos mais antenados, trata-se do “segundo turno” das eleições do dia 15 de novembro, só que com apenas 29 eleitores.