Clique aqui e veja as últimas notícias!

NOVIDADE ELÉTRICA

A JAC iEV750V será a primeira van 100% elétrica de grande porte do mercado brasileiro

A rede autorizada começará a receber o produto inédito e será vendido por R$ 386.990
08/07/2021 10:12 - Luiz Humberto Monteiro Pereira/AutoMotrix


A diminuição das emissões de poluentes na frota de qualquer empresa melhora os indicadores ESG (Environmental, Social and Corporate Governance), que expressam os critérios ambientais, sociais e de governança coorporativa nas organizações. 

Boas práticas nesses campos são essenciais para a tomada de decisões dos investidores e representam resultados positivos ao valor das empresas. 

Em todo o mundo, clientes, acionistas e governos pressionam pela redução de emissões e a substituição das frotas de entregas urbanas por veículos 100% elétricos – um fenômeno já recorrente na China e na Europa. 

No Brasil, uma das marcas que se mobilizam para atender à demanda é a JAC Motors, que importa da China a picape iEV330P e duas versões do caminhão leve iEV1200T, com PBT de 7,5 e de 8,5 toneladas, modelos que permanecem únicos disponíveis em seus segmentos no mercado nacional. 

Agora, a rede autorizada da marca chinesa começará a receber um novo produto inédito em seu segmento: a JAC iEV750V, a primeira van de grande porte totalmente elétrica do mercado brasileiro, vendida por R$ 386.990.

Estamos bastante entusiasmados com esse modelo, considerando algumas aplicações bem específicas, como o segmento de entregas urbanas, por exemplo. Não é exagero afirmar que, depois da JAC iEV750V, nenhuma outra van a diesel tipo furgão será adequada para essa finalidade”, comemora Sergio Habib, presidente do Grupo SHC e da JAC Motors Brasil. 

Uma van movida a diesel que rode por 40 mil quilômetros por ano emite cerca de 20 toneladas de CO2 no período.

São 200 toneladas para cada veículo em um prazo de dez anos! A introdução dessa van 100% elétrica da JAC na frota das empresas de entregas urbanas consiste na anulação dessa gigantesca emissão de carbono”, acentua Habib. 

Leia as últimas notícias