Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

NOVA LINHA

Mini Cooper Countryman 2021 chega ao Brasil em quatro versões distintas

São duas versões híbridas e duas com motores turbo, com preço entre R$ 199.990 e R$ 299.990
26/10/2020 09:22 - Daniel Dias/AutoMotrix


A partir de 1959, um gracioso pequeno carro com linhas simpáticas começou a ganhar o coração dos britânicos para, em seguida, espalhar a paixão por toda a Europa – o Mini Cooper. No final do Século 20, a BMW assumiu a marca inglesa, comercializando ainda o modelo original. Em 2001, a fabricante alemã promoveu a grande virada do “carrinho”. Passou de apenas um pequeno veículo tradicional e querido por todos para um compacto moderno, potente e tecnológico. Do antigo, ficaram três coisas: o nome, a construção na Inglaterra e o estilo retrô-modernizado. Com isso, criou-se um novo “xodó” da família, o espetacular Mini Cooper S, equipado com mecânica alemã de primeiríssima linha. Mais recentemente, a configuração esticada Countryman começou a receber as maiores atenções da sempre fiel legião dos seguidores do Mini, justamente por ser maior e mais versátil, destinada também para as famílias. Agora, a Mini lança oficialmente no Brasil a linha 2021 da família Countryman. 

Dizer que se tem uma nova geração de tempos em tempos em relação ao Mini é um preciosismo equivocado. Desde que a BMW lançou a “nova” cara do modelo, em 2001, pouco ou quase nada mudou no seu estilo. Foram apenas “maquiagens” do design, com um detalhe ali, outro acolá. As mudanças vieram sempre na mecânica, na conectividade e nos equipamentos, tudo para tornar o Mini Cooper o carro antigo mais atualizado do mundo. Produzido em Born, na Holanda, o Countryman 2021 chegará ainda este mês em toda a rede autorizada da marca em quatro versões distintas: duas eletrificadas, os híbridos plug-in Cooper SE Countryman All4 Exclusive (R$ 234.990) e Cooper SE Countryman All4 Top (R$ 264.990), e outras duas com motores turbo, o Cooper Countryman (R$ 199.990) e o topo de linha John Cooper Works Countryman All4 (R$ 299.990). “O Mini Countryman é um modelo surpreendente em diversos aspectos. Por toda a tecnologia embarcada, vasta gama de equipamentos de série e sistemas de propulsão utilizados, com opções com sistema híbrido plug-in e versão esportiva com 306 cavalos. O Countryman surpreende ainda por suas dimensões externas e visual robusto, mantendo ao mesmo tempo a linha de design tão característica da marca. Outro ponto alto é a boa utilização do espaço interno, acomodando cinco passageiros e bom volume de bagagem”, afirma Rodrigo Novello, diretor de Vendas e Marketing da Mini Brasil.

 No Countryman 2021, os para-choques foram redesenhados e combinados com a nova grade dianteira, novo conjunto de faróis e lanternas em leds com desenho que remete à bandeira do Reino Unido. São 4,29 metros de comprimento e 2,67 de entre-eixos, com um porta-malas de 450 litros de capacidade volumétrica nas versões com propulsor a combustão – nas híbridas plug-in, é de 405 litros. O para-choque traseiro contribui para o visual mais contemporâneo. As lanternas verticais com moldura cromada proporcionam uma acentuação exclusiva e evoca as origens da marca britânica. Todas as funções de iluminação agora apresentam tecnologia led de alta qualidade, enquanto a estrutura gráfica segue o padrão Union Jack.

No interior, se destacam o novo desenho da central multimídia com tela de 8,8 polegadas com botões sensíveis ao toque em preto piano de alto brilho, o painel de instrumentos digital de 5 polegadas e as diversas opções de revestimento e acabamento. Toda a nova linha tem o pacote Mini Connected. Interativo e intuitivo, o dispositivo vem equipado com o sistema de Concierge, assistente pessoal que auxilia o motorista no planejamento da agenda, fazendo reservas em restaurantes e hotéis até encontrando pontos de interesse. O app oferece ainda serviços remotos como travamento e destravamento das portas, status e posição do veículo e acionamento de faróis e alarme para facilitar a localização do carro. Outro recurso é o Apple CarPlay.

As duas versões híbridas plug-in do Countryman tem “powertrain” idêntico. Elas trazem um propulsor 1.5 TwinPowerTurbo com três cilindros que opera em conjunto com um elétrico contribuindo para um total de 224 cavalos de potência e um torque de 39,5 kgfm até 4.300 rotações por minuto. A transmissão é automática Steptronic de 6 marchas. O sistema de tração nas quatro rodas All4 oferece um aumento em termos de tração, estabilidade de direção e agilidade. Isso está presente nas quatro versões que chegam ao Brasil. O Cooper Countryman é impulsionado por um motor 1.5 TwinPowerTurbo com três cilindros capaz de gerar 136 cavalos e 23 kgfm de torque de 1.400 a 4.300 giros, e dispõe de um sistema de transmissão automática Steptronic de 7 velocidades com dupla embreagem. Já o “torpedo” da “top” John Cooper Works Countryman All4 abriga sob o capô uma versão de quatro cilindros e 2.0 do TwinPowerTurbo, com torque de 46 kgm de 1.750 a 4.500 rotações e 306 cavalos – o mais potente da família e do segmento. O veículo chega com transmissão automática Steptronic esportiva de 8 marchas com Sistema LaunchControl (controle de largada).

 

Felpuda


Figurinha cuja eleição estava sub judice trabalha intensamente para ter a votação legalizada. Isso acontecendo, garante uma das cadeiras de vereador. Assim, quem hoje foi proclamado eleito vai para a fila da suplência.

Caso isso ocorra, a figurinha que corre o risco não deverá ficar desamparada, pois deixou secretaria municipal para disputar as eleições e poderá ter a cadeira de volta em 2021. Agora, resta esperar para ver onde vai parar.