Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MOTO

Novatas no “front”: CB 650R e CBR 650R

Honda anuncia pré-venda dos modelos da linha 2020
22/07/2020 08:53 - Edmundo Dantas/AutoMotrix


Depois de se destacarem no estande da Honda no último Salão Duas Rodas, no ano passado, as versões 2020 dos modelos a CB 650R e CBR 650R já estão à disposição nos mais de 1.100 pontos de vendas da marca japonesa em todo Brasil. Compacta e agressiva, a CB 650R se caracteriza pela curta rabeta e grupo óptico circular aderente à suspensão e ao painel de instrumentos. Inspirada no conceito Neo Sports Café, inaugurado no Brasil pelo modelo CB 1000R, a moto vem com um longo tanque, de formato musculoso, que praticamente se funde com o motor de quatro cilindros em linha. A chave de ignição está posicionada na parte frontal do tanque e o painel retangular LCD Black out, em conjunto com o guidão cônico plano, se apresentam como protagonistas do design da novíssima naked. Já a CBR 650R investe mais na esportividade. Os faróis duplos com extremidades voltadas para o alto remetem imediatamente à fonte de inspiração de seu design, a superesportiva Fireblade. O tanque tem formas estudadas para o necessário contato físico que requer a pilotagem esportiva, enquanto o conjunto formado pelo assento em dois níveis e pela rabeta compacta complementa a silhueta, valorizando a centralização de massas, qualidade intrínseca de todas motocicletas esportivas.  

A nova CB 650R mescla design minimalista com a agressividade típica das café racer. A substituição do sufixo “F” pelo “R”, que desde sempre designa as Honda de verdadeira inspiração esportiva, serve para explicitar o estilo mais dinâmico. A CB 650R explora o conceito Neo Sports Café por meio de proporções compactas, exaltando o motor de quatro cilindros e conciliam agressividade com elegância. Com peso reduzido em cerca de quatro quilos, a nova naked traz uma suspensão dianteira tipo invertido, cálipers do freio dianteiro com fixação radial e rodas ainda mais leves. A posição de pilotagem permite um posicionamento agressivo graças ao guidão de alumínio cônico e pedaleiras levemente recuadas. A iluminação full-led destaca o novo grupo óptico dianteiro, circular, elemento característico do estilo Neo Sports Café. O painel de instrumentos é do tipo Black out LCD e inclui indicador de marchas engatadas e luz-alerta “shift-up”, que avisa o momento ideal para as trocas. Disponível nas cores azul perolizado, vermelho e prata metálico, a naked CB 650R tem preço público de pré-venda sugerido de R$ 39.416, base Estado de São Paulo, não inclusos despesas de frete e seguro.

 
 

A CBR 650R 2020 tem nas formas de sua carenagem uma clara identidade com a Fireblade. Além disso, a sport-touring segue o conceito “Total Control”, e mesmo com a troca do “F” pelo “R” no nome segue sendo acessível para usuários de diferentes níveis, dos mais experientes a novatos que desejam evoluir na pilotagem. Na CBR 650R, a carenagem tem como destaque a parte frontal, composta pelo novo grupo óptico duplo e tomadas de ar, elementos que evidenciam a forte esportividade do modelo. O novo banco em dois níveis, a rabeta e os semiguidões fixados sob a mesa superior, oferecendo posicionamento ideal para pilotagem esportiva. Disponível nas cores vermelho e cinza metálico, a CBR 650R tem preço público de pré-venda sugerido de R$ 41.080, base Estado de São Paulo, não inclusos despesas de frete e seguro.

Comum às duas novas Honda 650, o tetracilíndrico DOHC arrefecido a líquido é dotado de câmbio de 6 marchas com embreagem assistida, deslizante e sistema HSTC – Honda Selectable Torque Control. O chassi tubular de aço segue a arquitetura tipo Diamond, com a zona da fixação do eixo da balança feita em aço estampado e não mais em aço forjado, o que resultou em uma economia de peso de 1,9 quilo se comparado com o chassi da “F”.  A atualização técnica do motor que equipa a CB 650R e a CBR 650R teve por objetivo oferecer desempenho mais esportivo aos modelos. Desse modo, o motor DOHC de 16 válvulas e exatos 649 centímetros cúbicos recebeu alterações que visaram a aumentar a entrega de potência em médias rotações. A potência máxima é de 88,4 cavalos à 11.500 rpm e o torque é de 6,13 kgfm a 8 mil rpm. Segundo a Honda, o motor entrega um torque mais linear, com elevação progressiva à partir das 7 mil rpm. A embreagem é deslizante de acionamento assistido. Iluminação full-led, painel black out e indicador de marchas também estão presentes em ambas as motos, assim como a inédita suspensão invertida, a frenagem com cálipers radiais e as rodas aliviadas.

A CB 650R e a CBR 650R compartilham ainda o chassi tubular de aço tipo Diamond, que difere daquele usado nas “F” principalmente na região do eixo da balança de suspensão traseira, alteração que resultou em economia de peso de 1,9 quilo. As traves que sobem em direção ao guidão tiveram sua especificação modificada, estando mais flexíveis na região central e mais rígidas na conjunção com a coluna de direção. Tal alteração foi motivada pela introdução de uma nova suspensão dianteira, a Showa SFF do tipo invertido. Suspensões invertidas têm como vantagem a redução do peso não suspenso. A sigla SFF vem de “Separated Function Fork”, remetendo à tecnologia que separa as funções entre as bengalas, na qual uma age como amortecedor de dupla ação e outra como mola. A suspensão traseira tem um conjunto mola-amortecedor regulável na pré-carga da mola em sete posições, trabalhando vinculado diretamente à balança de suspensão traseira assimétrica. As novas motos da Honda têm garantia de três anos, sem limite de quilometragem e contam com a cobertura do Honda Assistance (assistência 24 horas), durante o período que durar a garantia.  

 
 

Felpuda


Embora faltem 26 dias para as eleições, a bolsa de apostas nos meios políticos já está em alta.

Dois nomes estão sendo apontados como favoritos para disputarem o segundo turno.

Isso acontecendo, há quem garanta que um deles receberia total apoio de antiga liderança e de todo o seu grupo, que hoje estão em lados opostos.

Vai longe o tempo em que o objetivo era tão somente o bem comum...