Veículos
100% ELETRIFICADO

A Lotus apresentou em Londres o Eletre, seu primeiro SUV totalmente elétrico

O SUV deve chegar ao mercado internacional em 2023, com o preço aproximado de 100 mil libras esterlinas (cerca de R$ 610 mil)

Daniel Dias/AutoMotrix

13/04/2022 13:55

A Lotus comemora seus 70 anos com o primeiro hiper-SUV do planeta. 

A empresa, que se transformaria nas mãos do lendário Colin Chapman em uma das maiores equipes da Fórmula-1 nos anos 70, acaba de apresentar em Londres o Eletre. 

Totalmente novo, o modelo carrega os princípios fundamentais da Lotus em suas sete décadas de excelência em design e de engenharia de carros esportivos, evoluindo-os para um modelo de estilo de vida para a próxima geração de clientes da empresa britânica. 

Chamado até então de Type 132, o Eletre tem 5,10 metros de comprimento e 3,01 metros de distância de entre-eixos – um tamanho próximo ao do Porsche Cayenne – e será produzido inicialmente na China, onde a Lotus Cars tem um centro de desenvolvimento, devendo chegar ao mercado internacional em 2023. 

O preço deve ficar próximo das 100 mil libras esterlinas (cerca de R$ 610 mil) na Inglaterra. E o Eletre não será filho único da fabricante, pois ela pretende lançar mais dois modelos 100% elétricos até 2025. 

Londres é o berço da Lotus, e assumir o icônico BBC Studios, por dentro e por fora, para lançar o Eletre para o mundo é fantástico. O Eletre é um momento extremamente significativo em nossa transformação contínua. Estamos cumprindo nosso compromisso de mover o negócio e a marca para segmentos completamente novos para ampliar nosso apelo e acessibilidade globais”, comemorou Matt Windle, diretor Administrativo da Lotus Cars.

O Eletre é equipado com dois motores com potência total de 600 cavalos, um conjunto de baterias com capacidade de 100 kWh e uma autonomia de 600 quilômetros com uma carga completa, pelo ciclo WLTP. O SUV pode recuperar mais 400 quilômetros de alcance em 20 minutos em carregador ultrarrápido com potência de 350 kW. 

Segundo a Lotus, o Eletre acelera de zero a 100 km/h em menos de três segundos e pode chegar à máxima de 260 km/h, evidentemente, limitada eletronicamente. 

Ainda de acordo com a Lotus, a nova plataforma EPA (Electric Premium Architecture) permite uma capacidade de carregamento de 800V. Com isso, é possível se obter uma carga completa em 18 minutos. O hiper-SUV tem cinco modos de condução, “Range”, “Tour”, “Sport”, “Off-Road” e “Individual”.