Clique aqui e veja as últimas notícias!

VEÍCULO ELÉTRICO

Lapidado na eletricidade: Renault apresenta o Megane E-Tech, totalmente elétrico

O novo veículo tem alta tecnologia e é integrado ao smartphone do usuário
20/09/2021 14:07 - Daniel Dias/AutoMotrix


O Megane E-Tech Electric é um recém-chegado ao mundo elétrico. Segundo a Renault, graças à nova plataforma CMF-EV, o carro oferece um grande espaço interno e uma experiência de condução dinâmica, com uma direção direta e precisa. 

Como um smartphone, o Megane E-Tech se integra no “ecossistema” digital de seu usuário. É um veículo “high-tech”, com seu display digital inédito e a nova multimídia OpenR Link, desenvolvidos em conjunto com a Google e baseado no sistema operacional Android Automotive. Com ele, o perfil de cada usuário pode ser associado à conta pessoal da Google. 

Além da navegação via Google Maps e da loja de aplicativos Google Play, o assistente de voz integrado da gigante da internet e as funções do aplicativo My Renault proporcionam mais interatividade no dia a dia. 

O novo Megane encarna a revolução elétrica que a Renault iniciou há dez anos. Democratizando a tecnologia elétrica, o carro torna o veículo elétrico acessível, sem comprometer a eficiência e o prazer de dirigir. Ele transmite emoção. Criamos o Megane E-Tech para que fosse o GTI dos veículos elétricos”, comemorou Luca de Meo, CEO do Renault Group. 

A fabricante marca um novo começo com a decisão estratégica de fabricar o Megane E-Tech Electric em Douai, França, no coração do ElectriCity, o novo polo industrial elétrico de referência na Europa. Com uma ambição de fabricar 400 mil carros por ano, o ElectriCity tende a se tornar um dos mais importantes centros de produção europeus de veículos elétricos. 

O “powertrain” do Megane E-Tech é totalmente novo, desenvolvido pela Aliança e produzido em duas fábricas: no Japão, para a Nissan, e em Cléon, na França, para a Renault. Há dez anos, a marca do recentemente reestilizado “diamante duplicado” utiliza o motor síncrono com rotor bobinado e tanto o Renault Group quanto a Aliança continuarão apostando nessa tecnologia. Ela oferece um rendimento melhor do que o motor com ímãs permanentes. 

Devido ao design refeito, o novo propulsor é compacto, pesando apenas 145 quilos (incluindo a transmissão), uma redução de 10% no peso em comparação com a motorização utilizada atualmente no Zoe. O Megane E-Tech Electric será oferecido com duas opções de motorização: uma com 96 kW (130 cavalos) e 25,5 kgfm e outra com 160 kW (218 cavalos) e 30,5 kgfm. 

Conforme a Renault, o novo modelo oferece todo o prazer da condução elétrica, como aceleração instantânea, tanto dinâmica quanto linear (sem solavancos), permitindo sair do zero a 100 km/h em 7,4 segundos.