Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Com 27 registros em 24h, Mato Grosso do Sul bate novo recorde de mortes por Covid-19

Taxa de letalidade dobrou em mês, destacou secretário Geraldo Resende
01/09/2020 11:21 - Adriel Mattos


Setembro começa com recorde de óbitos registrados nas últimas 24 horas. A Covid-19 fez 27 vítimas em Mato Grosso do Sul, totalizando 887 mortes em quase seis meses.

Os dados constam no boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) nesta terça-feira (1º).  

Durante a transmissão ao vivo do Governo do Estado na rede social Facebook, o titular da SES, Geraldo Resende, destacou a subida vertiginosa do número de mortes.

“Antes de julho, a taxa de letalidade era de menos de 1%. Em apenas um mês, esse índice dobrou”, frisou.

 
 

DADOS DO DIA

Hoje, Mato Grosso do Sul chegou a 49.820 casos. Entre ontem e hoje, mais 883 casos foram confirmados.  

Desses novos casos, 363 foram registrados em Campo Grande, 93 em Sidrolândia, 52 em Dourados, 39 em Corumbá, 30 em Aquidauana e 26 em Três Lagoas e Aparecida do Taboado.

Mais 485 pessoas se recuperaram da Covid-19, totalizando 41.551. Estão internadas 562 pessoas, sendo 308 em leitos clínicos e 264 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Portanto, em 24 horas, uma pessoa foi hospitalizada no Estado.

Há ainda dez pacientes de outros estados sendo tratados em Mato Grosso do Sul, mas não contabilizados oficialmente pela SES.

Considerando o total geral de leitos e internações por outras doenças, a macrorregião de Corumbá está com 78% dos leitos ocupados. A macrorregião de Dourados está com 75% da capacidade ocupada.  

A região de Campo Grande está com 72% de ocupação. E a macrorregião de Três Lagoas tem 45% de leitos ocupados.  

Nas últimas 24 horas, foram contabilizadas 27 mortes causadas pela doença. Quatro delas ocorreram há várias semanas e estavam em investigação.

Em Campo Grande, uma idoso de 81 anos morreu em 23 de julho; uma idosa de 70 faleceu em 18 de agosto; uma idosa de 79 anos veio a óbito em 19 de agosto e um idoso 77 anos morreu em 20 de agosto.

Na última terça-feira (25), um óbito foi registrado em Corumbá. Na quinta-feira (29), uma morte foi registrada na Capital. Já na sexta-feira (30), quatro mortes ocorreram em Campo Grande, uma em Vicentina, uma em Ladário e uma em Anastácio.

E ontem, Naviraí confirmou duas e Nova Andradina, Corumbá, Dourados, Ponta Porã e Bodoquena registraram uma morte cada. Na Capital, foram cinco. O Estado já tem 889 mortes pela doença.  

 

Felpuda


Casal de políticos muito conhecido a-do-ra cargos públicos, e, assim, “um puxa o outro” na maratona política, que inclui disputa de mandatos, direção de órgãos e até mesmo nomeações com prerrogativa de não ter de bater ponto. A nova empreitada agora é conquistar uma das prefeituras do interior. Em caso de derrota, é quase certo que os nomes de ambos deverão aparecer no Diário Oficial antes mesmo do fim deste ano.