Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

PANDEMIA

Em meio a aumento de casos e contágio, Capital e Três Lagoas desabilitam leitos Covid

Semana encerrou com alta de testes positivos, mas secretários municipais pediram para diminuir leitos
03/11/2020 11:28 - Glaucea Vaccari


A taxa de contágio da Covid-19 voltou a subir em Mato Grosso do Sul, passando de 0,91% para 0,93%, o que indica aumento da carga viral em circulação.

Apesar do aumento de casos nas últimas semanas e da taxa de contágio, secretários municipais de Saúde de Campo Grande e de Três Lagoas pediram à Secretaria Estadual de Saúde (SES) autorização para desabilitar leitos exclusivos para a Covid-19 nas suas macrorregiões.

Secretário de Saúde, Geraldo Resende disse que foi autorizado e que isso deve refletir nas taxas de ocupação, mas não informou o quantitativo de leitos que serão reduzidos. 

Com relação aos indicadores, ele afirma que são preocupantes.

“A taxa de contágio teve acréscimo de dois centésimos, o que significa que a doença volta novamente a ter um pequeno crescimento no Estado. Preocupa, mesmo que centésimos”, disse.

De acordo com boletim divulgado hoje (3) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) aponta que, nas últimas 24 horas, foram confirmados 138 novos casos e três mortes pela doença.

Secretária adjunta de Saúde, Christine Maymone, apontou também aumento de casos durante a semana, que teve alta pela terceira vez consecutiva.

Segunda ela, na semana 42 foram 2.434, na 43 foram 2.598 e na semana 44, que encerrou no último sábado (30), foram 2.745 testes positivos.

“Estamos tendo curva ascendente da doença, que com certeza esse último final de semana, teremos que vigiar como será as próximas semanas”, disse, explicando que as aglomerações do feriado podem refletir no aumento de casos.  

“Aqui no Mato Grosso do Sul estamos subindo novamente [a curva]”, completou.

Mortes ocorreram nas cidades de Corumbá, Ponta Porã e Ribas do Rio Pardo. Média móvel é de 6,6 mortes por dia e taxa de letalidade de 1,9%.

Estado soma 83.022 casos confirmados desde o início da pandemia, com 77.878 recuperados, além de 1.612 mortes.  

São 264 pessoas internadas em leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).  

Taxa de ocupação é de 69% na macrorregião de Campo Grande, 52% em Dourados, 40% em Três Lagoas e 60% na macro de Corumbá.

 
 

Felpuda


Tropas de choque ligadas a alguns vereadores estão agitadas que só nas redes sociais na tentativa de desbancar a concorrência das “chefias” que querem porque querem. Querem a cadeira maior da Câmara Municipal de Campo Grande. A da presidência.

Segundo políticos mais antenados, trata-se do “segundo turno” das eleições do dia 15 de novembro, só que com apenas 29 eleitores.